26.2.12

"Eu só disse para ele se posicionar em campo". Marília fala sobre a expulsão


Árbitro atrapalhou um dos ataques do Mixto, lance gerou muita confusão e uma expulsão
No lance mais polêmico da vitória do Mixto por 1 a 0 contra o Rondonópolis, Paulinho Marília, autor do único gol da partida, se envolveu em uma discussão com o árbitro Alinor Silva Paixão que atrapalhou um contra-ataque do jogador, ao bater na bola. Devido à reclamação do jogador, Alinor expulsou Paulinho Marília aos 33 minutos.

Revoltado pela decisão do árbitro, o jogador disse que o árbitro estava perdido em campo.

"Eu só disse para ele se posicionar em campo, que ele estava perdido e, por isso, ele me expulsou" afirmou o atacante.

Jogadores do Mixto vão pra cima do árbitro Alinor Paixão
inconformados com a expulsão de Paulinho Marília. (Foto: Vilson de Jesus/Futebol Press)
Mesmo com 10 jogadores em campo, o Mixto administrou o placar. O alvinegro ainda teve a chance de fazer o segundo gol. Aos 43 minutos, Andrezinho caiu na entrada da área e o árbitro marcou um pênalti favorável ao Mixto. A penalidade demorou a ser cobrada porque um torcedor disparou um fogo de artifício dentro do estádio.

Por segurança, o árbitro interrompeu por quase dois minutos a partida e pediu reforço policial. Liberado para cobrar a penalidade, Ricadinho acabou metendo um chutaço, mas para a trave. No segundo tempo, o Mixto segurou o placar e ficou recuado em campo.

Fonte: Globoesporte.com/mt - Mixtonet
26/02/2012

0 comentários :

Postar um comentário

Atenção: comentários anônimos não serão aceitos. Identifique-se!