20.2.12

Jogadores do Mixto e do Sorriso brigam após jogo, caso foi parar na delegacia


Delegação do Mixto permanece hospedada em Sorriso,
pelo menos quatro foram parar na Delegacia de Policia. (Foto: Rádio Sorriso)
Quatro jogadores do Mixto se envolveram em uma briga na madrugada de domingo na cidade de Sorriso. A briga teria sido com alguns jogadores Sorriso, com quem o Mixto empatou por 1×1 no sábado, no Estádio José Egídio Preima. Os mixtenses foram levados para a delegacia da cidade.

Segundo boletim de ocorrência registrado pela Policia Militar, “ao efetuar rondas na Avenida Natalino João Brescansin a guarnição se deparou com uma briga generalizada com troca de socos, pontapés e cadeiradas… para conseguir acalmar os ânimos e terminar com o tumulto foi necessária a utilização de munição antimotim (bala de borracha), com alguns dos envolvidos sendo atingidos, um na cabeça e outro na perna”.
A motivação da briga não foi descrita no B.O.

No entanto, de acordo com Antonio Sérgio, narrador da Rádio CBN Cuiabá, a confusão aconteceu entre jogadores do Sorriso e do Mixto. “Um dirigente do Luverdense que estava no local me informou que após a partida os jogadores do Mixto foram liberados e saíram ‘para a noite’, encontrando com alguns atletas do Sorriso em um bar da cidade. Já durante o jogo, na hora das expulsões, quando foi marcado o pênalti para o time da casa, houve troca de empurrões e tapas entre diversos jogadores dos dois times. O clima já estava quente ali. Aí, quando se encontraram após o jogo aconteceu o tumulto, mas também segundo me informaram, a polícia deu uma ‘protegida’ nos atletas da casa e só ‘enquadraram’ os mixtenses”, contou, no início da noite deste domingo.

O fato foi registrado às 5h da manhã deste domingo e foram conduzidos para a Delegacia de Polícia os jogadores Cleber, Cris, Evandro e Furlan.  A ocorrência policial teve encerramento às 6h, quando os envolvidos foram liberados.

Craques do Rádio não conseguiu falar com a diretoria do Mixto para obter mais informações sobre o caso.

Leia mais sobre o caso.

Fonte: Craques do Rádio
20/02/2012

0 comentários :

Postar um comentário

Atenção: comentários anônimos não serão aceitos. Identifique-se!