16.2.12

MIXTÃO VENCE O LÍDER E QUEBRA A INVECIBILIDADE DO CUIABÁ


Mixto derruba o último invicto 
Torcida fez festa na arquibancada. (Foto: Reprodução TVCA)
Em um jogo marcado pela disposição e superação, o Mixto venceu sua primeira ‘prova de fogo’ no Campeonato Mato-grossense e bateu o Cuiabá por 1 x 0 na noite desta quarta-feira no Estádio Presidente Dutra. Com o resultado, o Alvinegro manteve o segundo lugar – agora com 13 pontos ganhos (derrubando a diferença do líder para 6, mas com um jogo a menos) – e, de quebra, derrubou o último invicto da temporada.

O técnico Ary Marques ‘encenou’ durante a semana com a expectativa da volta do meia Fernando, artilheiro e craque do time, que não jogou em Sorriso. Mas o jogador não entrou em campo – contundido, deve parar por pelo menos uma semana. Desfalque fundamental para o esquema do Dourado, que nos últimos tempos tem dependendo excessivamente do seu principal nome.


1º tempo
Atacante Paulinho Marília disputa bola.
(Foto: A Gazeta)
Logo aos 2 minutos Eder Belém deu um belo passe para Jeanzinho, mas o goleiro Gatti saiu nos pés do lateral mixtense. Era o prenúncio de que o jogo seria corrido, muitos disputado.

Era, na verdade, um daqueles jogo pegado, com os dois times ligados, esbanjando disposição. O Mixto, no entanto, trabalhava pouco a bola, ao contrário do Cuiabá, mais entrosado e com um padrão de jogo claro.

Aos 16 minutos veio a primeira chance do Dourado, com o zagueiro Marcelo Ramos – que voltava ao time – cobrando falta que mandou a bola rente à trave esquerda do goleiro Heverton Perereca.

No minuto seguinte, Renan deixou Niel na cara do gol, ele chutou e Perereca defendeu para descanteio.

O Cuiabá era melhor, com o Alvinegro – assim como em jogos anteriores – abusando dos chutões, da chamada ‘ligação direta’.

Mas aos 26 minutos em jogada de Furlan pela esquerda veio o cruzamento baixo, no meio da área e Kiko apareceu para tocar para a rede, fazendo 1 x 0 para o Mixto.


Kiko faz o gol da vitória mixtense.
(Foto: Reprodução TVCA)
A partir daí o Cuiabá se perdeu, sentiu o gol e o Mixto cresceu. E voltou a incomodar em nova jogada de Furlan pela esquerda, passando pelos zagueiros e finalizando, mas o chute saiu fraco, nas mãos do goleiro Gatti.

Aos 34, Ricardinho tabelou com Jean Carlos, cortou um zagueiro e chutou cruzado, de esquerda, com perigo.

O Cuiabá – que trocou o meia Daniel Barros pelo atacante Otavio aos 35 minutos – só apareceu no jogo novamente aos 37 minutos: Renan lançou Leandro Cearense que finalizou mal, pela linha de fundo. O lance acordou o Cuiabá que criou mais duas boas chances antes do intervalo, uma com Jean e outra com Niel.


2º tempo
O segundo tempo começou como o primeiro, corrido, com o Cuiabá melhor. O Mixto, agora em vantagem, esperava mais o adversário. Mas as chances reais de gol eram raras, de ambos os lados. Era muita correria, muitos passes errados e pouca criatividade ou talento.

O Mixto trocou Eder Belém por Jackson, o Cuiabá respondeu com Fredson no lugar de Jean e tirando o lateral Natanael para a entrada do atacante Moreno.


O primeiro lance de perigo mesmo só aconteceu aos 30 minutos quando Jeanzinho perdeu a bola na saída da defesa para o ataque e Otávio chutou cruzado, assustando o Alvinegro.

Logo depois o técnico Eduardo Henrique colocou Neto, mais um volante no time – que já tinha Cleber, Kiko e Anderson -, tirando Jeanzinho, que já vinha sentindo uma contusão na perna esquerda.

O Cuiabá era melhor, tinha posse de bola e rondava a área mixtense, mas não conseguia transformar esta superioridade em oportunidades, não finalizava contra o gol de Perereca. O Mixto, por sua vez, se preocupava só em se defender e tentava sair nos contra-ataques, mas faltava eficiência e qualidade. O jogo ficou chato, corrido, mas morno.

Aos 42, mais um bom momento do Dourado: na base da pressão, chegou na área e César Romero pegou o rebote na entrada da área chutando de pé esquerdo, para fora, à esquerda do goleiro Perereca.

Foi o último lance de relativa emoção ou perigo da partida. Venceu o Mixto, caiu o último invicto na primeira ‘prova de fogo’ do campeonato.


Ficha Técnica:
- Cuiabá 0 x 1 Mixto (7ª rodada do campeonato Mato-grossense)
Local: estádio Eurico Gaspar Dutra (Dutrinha) em Cuiabá
Público pagante: 1350 pessoas
Renda: R$ 9.754,00
Time do Mixto: Heverton Perereca; Ricardinho, Kal, Cris e Jeanzinho (Neto); Cleber, Eder Belém (Jackson), Kiko e Jean Carlos (Anderson); Tiago Furlan e Paulinho Marília.
Técnico: Eduardo Henrique.
Time do Cuiabá: Gatti; Niel, Marcelo Ramos, Reinaldo e Natanael (Moreno); César Romero, Bogé, Jean (Fredson), Renan e Daniel Barros (Otávio; e Leandro Cearense.
Técnico: Ary Euclides.

Fonte: Craques do Rádio
16/02/2012

0 comentários :

Postar um comentário

Atenção: comentários anônimos não serão aceitos. Identifique-se!