SORRISO SOLICITA ESCOLTA POLICIAL PARA VIR À CUIABÁ ENFRENTAR O MIXTO


Atletas dos dois clubes se envolveram em uma briga no 1º turno. Os times vão se encontrar neste sábado no Dutra, em Cuiabá
O Sorriso pediu à Federação Mato-grossense de Futebol escolta policial durante a partida contra o Mixto que será realizada neste sábado, no Eurico Gaspar Dutra, em Cuiabá. No primeiro turno do Mato-grossense, quando os dois times se encontraram pela primeira vez, os jogadores dos dois lados se envolveram numa confusão em uma lanchonete da cidade de Sorriso, que só terminou após a chegada da polícia. Para pôr fim à confusão a polícia utilizou balas de borracha. Um delas atingiu o atacante Furlan, do Mixto,  que ainda se recupera no Departamento Médico do alvinegro.

O presidente do Sorriso, Celso Kozak, disse em entrevista ao GLOBOESPORTE.COM que os cinco jogadores do Lobo do Norte, identificados na confusão, foram punidos com multa.

"Eles foram notificados e receberam uma multa de 20% no salário por conta de estarem no local durante a confusão" explicou.

Kozak ainda ressaltou que a medida de demitir os cinco atletas ainda não foi descartada pela diretoria do clube. Neste sábado, no segundo encontro dos dois times, Kozak pediu reforço e escolta policial porque alguns jogadores do Sorriso chegaram a ser ameaçados.

"Eles receberam mensagens dizendo que vão jogar pedras no nosso ônibus, bater nos jogadores e até disparar tiros" afirmou o presidente. Os autores das supostas mensagens não foram identificados.

> > Entenda como foi a confusão em Sorriso. Atletas adversários começaram o tumulto


Fonte: Globoesporte.com/mt
02/03/2012