17.4.12

Carrasco: "vamos continuar trabalhando". Kiko: "Isso só nos deixa mais motivados"


Alvinegro aguarda decisão do tribunal que vai julgar caso nesta quarta-feira. Suposta irregularidade motivou suspensão de semifinal
Treino segue normal no Centro de Treinamento do Mixto na véspera da decisão do TJD
(Foto: Reprodução/TVCA)
Na véspera da decisão do Tribunal de Justiça Desportiva (TJD) que vai definir o futuro do Mixto no Mato-grossense de Futebol, o time mais tradicional do estado segue nos treinos e confiante numa decisão favorável para se manter na competição.

"Nós vamos continuar trabalhando da mesma forma que estávamos e agora nós esperamos até quarta-feira essa decisão para ver o que se resolve" afirmou o técnico do alvinegro, Wilson Carrasco.

O primeiro jogo da semifinal que estava marcado para este último domingo foi canceladodepois que o Cuiabá entrou com uma ação no TJD porque o Mixto teria escalado, de forma irregular, o volante Jean Carlos.

Como a batalha fora dos gramados ainda não está perdida, o Mixto continua a treinar para obter uma vaga na grande final. Ao GLOBOESPORTE.COM, o presidente do alvinegro, Hélio Machado, ressaltou que quando os jogadores souberam da suspensão, o elenco se sentiu desmotivado.

"Isso prejudicou muito nosso time, que estava focado e preparado para jogar no domingo" revelou o dirigente.

Passado o susto, o time não quer deixar a bola cair, mas manter-se firme até o último instante no estadual.

"Isso só nos deixa mais motivados ainda para buscarmos o resultado positivo porque nossa equipe vai se motivar ainda mais" disse o volante Kiko.

O pleno do TJD vai se reunir nesta quarta-feira para julgar a liminar que suspendeu a partida. Caso a suspensão se confirme no pleno, o União, de Rondonópolis, será o semifinalista. O Mixto ainda poderá recorrer no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD).

Fonte: Globoesporte.com/mt
17/04/2012

1 comentários :

Anônimo disse...

VAMOS METER PRESSÃO EM CIMA DESSES LAMBARIZINHOS,TORCIDA BOCA SUJA,ÉDSON ROO MT

Postar um comentário

Atenção: comentários anônimos não serão aceitos. Identifique-se!