1.4.12

Polícia atirou gás de pimenta na torcida mixtense no jogo em Campo Verde


Duas senhoras foram levadas ao hospital e uma jovem desmaiou após ação equivocada da PM. Estádio sem condição de receber jogos oficiais

Durante o segundo tempo do jogo do Mixto contra o Atlético, que terminou empatado em 1 a 1 no estádio Félix Belém em Campo Verde, a Polícia Militar demonstrou despreparo ao intervir de forma desesperada num princípio de confusão entre as torcidas do Mixto e do Atlético Campoverdense. Na ocasião, crianças foram atingidas e duas senhoras foram levadas ao Hospital Municipal após serem feridas por gás de pimenta atirado pelos policiais.

Cerca de 100 torcedores do Mixto viajaram até Campo Verde em dois ônibus e dezenas de carros.

Tudo começou após a torcida da cidade atirar uma garrafa de água nos mixtenses, que revidaram com xingamentos. Sem saber como conter o clima de tensão, os policiais atiraram gás em direção à torcida alvinegra. Mulheres e crianças foram atingidos, muitos choravam com o efeito de ardência do gás.

A torcedora Mayara Aparecida Felito, de 20  anos, chegou a desmaiar mas não tinha mais ambulância no estádio para executar o atendimento.

Uma senhora de 60 anos, que não quiz ter seu nome revelado, foi levada ao hospital e medicada. "Eu ia subindo a escada quando a polícia colocou o gás no meu rosto", revelou.

Outra torcedora, identificada como Chica, de 46 anos, teve sua pressão alterada e precisou ser medicada com injeção, também no hospital.

O estádio Félix Belém não oferece mínimas condicões de receber jogos oficiais. Em suas dependências era facilmente encontrado pedras e pedaços de pau. O estádio possui apenas uma arquibancada deixando as torcidas adversárias uma ao lado da outra, sem divisórias físicas, fato que possibilitou o arremesso de pedras entre as torcidas.

Ao Mixtonet, o tenente da PM, Henrique, responsável pela segurança do jogo, disse que "foi necessário utilizar o gás para evitar o tumulto" e confessou que o Félix Belém tem problemas estruturais. "Já apresentei relatório à prefeitura colocando que o estádio precisa de adequações, mas nada foi feito", afirmou concluindo em seguida que "praticamente todo meu efetivo foi deslodo para esse jogo, mas temos problemas de estrutura".

Segundo a Federação Mato-grossense de Futebol, todos os estádios foram vistoriados antes no início do campeonato. A pergunta que não quer calar: como o estádio Félix Belém foi liberado?

Fonte: Mixtonet
02/04/2012

10 comentários :

Anônimo disse...

Foi liberado para gente comportada e educado, ao contrario de nos mixtenses e da torcida boa suja, que no final das contas, todo bêbados, não estavamos interessados no jogo. L.A.S.T.I.M.A.V.E.L.
Não estou conseguindo me identificar, meu nome é IgoR CPF 01347557660

Newcastle on 1 de abril de 2012 17:58 disse...

Na hora que acontecer uma tragedia eles vão reagir, FMF e passiva e a diretoria do Crac deve ter molhado a mão da FMF para liberar o estadio.
Ontem só nao aconteceu o pior por muito pouco, pois todos ingredientes para isso tenha naquele estadio.
Com a palavra FMF.

100% Mixtense disse...

Passou da hora do secretário de Segurança Pública, Diógenes Curado Filho, questionar o comandante geral da PMMT, rondonopolitano Osmar Lino Farias, sobre a atuação ridícula da polícia nos jogos de futebol. No Dutrinha mesmo, torcedor tem que aguentar "carão" feio de policial militar. Se o secretário não diz nada, está na hora da sociedade cuiabana e mato-grossense questionar o governador Silval Barbosa. O governo de MT está em crise com essa polícia despreparada, e só o governador não quer ver. Simples, só mandar informações para a Fifa, para ficar sabendo como torcedores do mundo todo serão tratados na Copa de 2014.

Rondon disse...

Realmente ouve um total despreparo da policia militar que ao inves de amenizar a situacao acabou ciando mais tumulto, o tenente henrique antes de fazer a palhacada e desrespeito diante de senhoras e criancas que acompanhavam o jogo retirou a tarjeta que indicava seu nome, da pra ve que ja estava mal intencionado, eu estava perto do pai do jogador jackson q tambem passo mal por causa do gaz.

Anônimo disse...

Olha seu Igor .Na boca não tem só bebado não penso que teria que conhecer melhor as pessoas antes de criticar sou mixtense desde pequeno sou da boca mas de 10 anos não bebo e não fumo sou formada e sou de familia não generalize nem todo mundo é iqual... Ante de tudo calunia e difamação é crime antes de dizer qalquer coisa pense mas pense bem mesmo...
Margo TBS....

tbs cpa on 1 de abril de 2012 19:31 disse...

igor ve oq vc esta falando seu otario nois saimos de cuiaba para torcer pro mixto pagamos nossos ingressos e somos mal recebidos por esse povo do interior q nem matogressense são respentem a boca suja a unica e vedadeira torcida cuiabana q tem jovens idosos crianças senhores e senhoras uma verdadeira familia e se mechem com um meche com todos.sempre mixto eternamente boca suja

Mauricio on 1 de abril de 2012 22:38 disse...

Não faço parte de nenhuma organizada, mas estava presente no Felix Belem, torcendo para meu Mixto, o que aconteceu estava fácil de resolver, apesar da arquibancada ser pequena, dava para apartar um pouco os torcedores local, bem como nós Mixtenses, porem estava nítido que a PM queria apenas agredir aos Mixtenses, pois como é de costume a TBS, canta vários cantos, e uma dessas musicas, irritaram aos torcedores local, e com isso começaram a jogar pedras do nosso lado, somente apos isso, houve uma tentativa de revide, porem contida pela PM de forma equivocada (com gás de pimenta), pois não eramos nós que estávamos agredindo e sim sendo agredido pela torcida adversaria e pela PM, muito triste, o que aconteceu nesse jogo, o pior é que a PM via os torcedores jogarem pedra em nós porem não faziam nada, ficavam a todo momento nos cuidando com força excessiva.

100% Mixtense disse...

Com todo o respeito aos bons policiais (os honestos e trabalhadores e que têm muito boa fé para lidar com a população civil), é necessário até por isso mesmo botar um fora nesse bando que tomou conta da PMMT. Será que vamos precisar de uma intervenção federal em Mato Grosso, já que em nível estadual a coisa desanda? Com tanta gente com diploma de Direito no comando da Segurança Pública em Mato Grosso, onde está a inteligência desta instituição? Ou estes senhores que usam terno não costumam sair de seus gabinetes e não fazem questão de vigiar o comportamento de seus subordinados?

O comando geral da PM de MT está conivente com toda a baderna que já virou o interior de Mato Grosso (cadê a suposta civilidade da população sulista do interior?). Já não bastou o terror policial em Sorriso, o despreparo se repete em Campo Verde. Já que a imprensa nas cidades ainda joga a favor desta palhaçada (vide reportagem patética da Rádio Sorriso com meias informações sobre o que aconteceu lá) e a imprensa da capital é vendida, vamos informar a imprensa nacional e internacional sobre o que acontece com o governo de MT no item segurança pública.

100% Mixtense disse...

Foi sugerido para eu lembrar que muitos policiais, inclusive, são mixtenses, e que eles não querem ser confundidos com a banda que não dá conta do trabalho correto.

Anônimo disse...

IGOR: A coisa já começou errada, quando o pessoal do comando foi tirar satisfação por alguma coisa (acredito que eles reclamaram que atiraram algo neles) com os torcedores da Boca Suja. Alguns, prontamente estufaram o peito e foram para cima, o que poderia virar uma pancadria generalizada entre os próprios cuiabanos. O pessoal de Campo Verde estava rindo para aquilo tudo. Depois, após o policial ver torcedores do Mixto atirando objetos no pessoal de Campo Verde, muita gente foi literalmente "peitar" o policial,gritando na cara dele á centimentros do rosto. Eu vi o povo de Campo Verde atirando latinhas também, não estou dizendo que o errado fomos nós, mas aceitar a provocação do povo do outro lado da grade e desreipeitar o policial daquela forma, culminou naquela borrifada de spray de pimenta. Após isso, tive que ir embora e ir para o hospital, pois meus meninos de 1 ano e 4 meses e o outro de 11 anos, estavam passando mal, quase desmaiando o maior. Vi mulheres batendo nos homens, tentando acalmar a fúria inexplicavel deles........Podem ter certeza, se estivermos no nosso direito, parto para o pau junto com vocês, mas se nós iniciarmos a bagunça, aí, perdemos o direito de reclamar alguma coisa. Os caras do outro lado estavam enfurecidos? Querendo briga? Do outro lado só tinha gente de bem, professores e trabalhadores, não tinha necessidade de bater boca com eles na grade. O policial era despreparado? Claro que era, tava nitido isso ao longo do jogo, parecia sala de aula com professor perdendo o controle. Mas tenho certeza que nunca na vida desse policial, ele iria imaginar que fosse presenciar briga entre as próprias torcidas. E nem eu.

Postar um comentário

Atenção: comentários anônimos não serão aceitos. Identifique-se!