9.6.12

Tecnico Celso Teixeira destaca ‘produtividade’ e cita ‘desgaste físico’


Dois jogos, duas derrotas. Nenhum gol marcado, cinco sofridos. Mesmo com este retrospecto negativo em termos de resultados, o técnico Celso Teixeira considera que o Mixto foi bem na Copa Pantanal. Para ele “analisando a produtividade” o seu time correspondeu.


"É claro que os resultados foram ruins, mas em termos de produtividade fomos bem nos dois jogos. Hoje (contra o Cuiabá), fizemos um primeiro tempo melhor que eles e tomamos um gol em falha nossa. Tivemos excesso de preciosismo, poderíamos ter um resultado melhor. No segundo tempo o time caiu porque o condicionamento físico não suportou, pois vinhamos só treinando, sem ritmo de jogo e tivemos duas partidas num curto espaço de tempo. Mas, no geral, rendeu o esperado".


Ao final do jogo, Celso foi reclamar com o árbitro Daniel Martins, pois o Mixto se sentiu “prejudicado em vários lances”.


Fonte: Craques do Radio - Rádio CBN Cuiabá
09/06/2012

1 comentários :

ivo junior disse...

Rio de Janeiro, RJ, 11 (AFI) – Pressionada nos bastidores, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) deverá, nesta terça-feira, confirmar o inicio das Séries C e D do Campeonato Brasileiro para o próximo final de semana. Reunião deverá decidir com que a entidade ignore todas as liminares obtidas por Treze, Brasil de Pelotas, Rio Branco e Araguaína na Justiça Comum.


Confira! » Série C: Oeste espera que CBF defina estreia para o final de semana


Estarão presentes no encontro o presidente da CBF, José Maria Marin, e membros do departamento jurídico da entidade, hoje dirigido por Carlos Eugênio Lopes. A pauta será referente aos clubes que conseguiram ações para estar na Série C. Os documentos deverão ser ignorados. A atitude, a princípio para ser a melhor, mas ainda é suspeita, já que a Justiça pode decidir ao longo dos dias por uma nova paralisação.

Terceira e Quarta Divisão começariam a partir da quarta rodada, ou seja, a primeira do segundo turno. O novo calendário para as partidas também já estaria sendo estudado pelo departamento de competições, que compete ao arrogante Virgílio Elísio. Sobre arbitragem, o sorteio poderia acontecer na quarta-feira, na sede da CBF, no Rio de Janeiro.

Para integrarem a Série C, Treze, Brasil de Pelotas, Rio Branco e Araguaína entraram na Justiça Comum. Ambos conquistaram liminares ao seu favor, colocando a CBF numa verdadeira “sinuca de bico”. Todas as ações pediam a inclusão dos times em um dos dois grupos (regionalizados), tendo multa diária de R$ 50 mil por seu descumprimento. O maior valor chegaria a R$ 1,2 milhões.

Treze e Araguaína brigam pela vaga do Rio Branco, que no ano passado acionou a Justiça Comum para jogar no seu estádio e sequer foi punido pela CBF. Já o Brasil de Pelotas, rebaixado para a Série D no ano passado por escalar um jogador de forma irregular, quer tirar o Santo André, clube que só não caiu na temporada passada por causa da pena. Brasil foi perdoado perante aos Tribunais e se viu no direito de jogar.


Agência Futebol Interior

Postar um comentário

Atenção: comentários anônimos não serão aceitos. Identifique-se!