17.8.12

Após classificação, elenco se reapresenta. Mixto aguarda repasses para quitar salário


Elenco de jogadores já demonstra insatisfação com o atraso nos salários
(Foto: Chico Ferreira/ A Gazeta)
O atraso no pagamento de parte da folha do mês de junho somado à folha de julho que irá vencer na próxima segunda-feira está deixando o ambiente tenso no Mixto. A reapresentação do elenco está marcado para hoje à tarde após um dia de folga depois da classificação assegurada à segunda fase do Campeonato Brasileiro da Série D.

Mas nos bastidores há um temor no clube que haja alguma movimentação no sentindo dos jogadores se recusarem a trabalhar por conta dos salários atrasados. Não está descartada uma possível paralisação dos trabalhos caso a dívida não seja quitada até o compromisso frente ao Sampaio Corrêa, duelo este marcado para o próximo dia 26, em São Luís.

Uma possível ‘greve’ é aventada pelo fato do grupo ter classificado o time à segunda fase com uma rodada de antecedência ao término da fase classificatória.

Preocupado com a falta de dinheiro em caixa, o presidente Hélio Machado espera por uma compreensão por parte dos jogadores. “Temos dinheiro a receber, mas não sabemos quando esta verba será liberada”, frisa Machado.

O Mixto aguarda 3 meses de repasses atrasado do Governo do Estado, no valor de R$ 50 mil/mês.

Próximo desafio só dia 26

Classificado à segunda fase da Série D, o Mixto só voltará a jogar no próximo dia 26 em partida válida pela última rodada da primeira fase do torneio nacional. O adversário será o embalado e invicto Sampaio Corrêa (AM), que lidera a Chave A2 com 18 pontos somados em seis jogos disputados.

Neste período de folga na tabela, o técnico Éverton Goiano quer aprimorar ainda mais a parte física e técnica do grupo de jogadores, principalmente dos últimos reforços que chegaram nos casos do volante Paulo Almeida e do ala Leandro César.

A intenção do comandante alvinegro é ‘arrumar a casa’, visando a segunda fase da Quarta Divisão.

Fonte: Luiz Esmael / Jornal A Gazeta
17/08/2012

2 comentários :

Odilor disse...

Salário em dia, é primordial. Os jogadores estão corretíssimos. Não tem como jogar motivado, sem dinheiro. Muitos tem esposa e filhos pra sustentar. Se o Mixto tem dinheiro para receber, então que se faça um empréstimo junto a bancos ou facturing.

Marlon disse...

o que explica então que a marca do governo estadual esteja na camisa do Mixto sem que haja os repasses do patrocínio?

Postar um comentário

Atenção: comentários anônimos não serão aceitos. Identifique-se!