28.8.12

Hélio Machado conversa com elenco e pede ‘foco total’ no jogo de domingo


Depois de perder em São Luís, no Maranhão, o Mixto retomou os treinos nesta terça-feira. Antes, no entanto, o presidente Hélio Machado reuniu a comissão técnica e, posteriormente, os jogadores. Cobrou o “fim das conversas desnecessárias”, disse que “a situação financeira não é desesperadora” e exigiu “foco total” no jogo de domingo, pela 2ª Fase da Série D, “pois só faltam quatro jogos para o acesso”.

"Na semana passada tivemos muita conversa desnecessárias, declarações que só prejudicaram. Nossa situação financeira não é desesperadora, já tinha explicado isso a todos. Devemos o salário de julho, que venceu dia 20, mas temos dinheiro para receber e em breve isso deve ser normalizado. Temos que deixar de lado estes problemas pois o momento é muito importante, temos que ter foco total no jogo de domingo, seja contra quem for. Precisamos vencer, pois faltam só quatro jogos para chegarmos ao tão sonhado acesso".

Machado não entrou em detalhes, mas admitiu ter ficado “muito chateado” com as declarações do técnico Everton Goiano após o jogo contra o Sampaio Corrêa, que “cobrou uma solução urgente para todos os problemas”. Para o presidente, “o treinador chegou sabendo da situação do clube e precisa estar ao lado da diretoria neste projeto em busca do acesso à Série C”.

Sobre a situação do volante Cleber, que pediu para não enfrentar o Sampaio Corrêa alegando “problemas pessoais”, Hélio disse que o jogador “continuará no elenco mas será punido por sua atitude”:

"Só hoje ele veio me detalhar os problemas pessoais que está enfrentando, o que não o exige do erro, pois deveria ter cumprido com sua obrigação profissional. Repito: o Mixto não correto ao atrasar salários, mas a situação atual nos obriga a isso e estamos, aos poucos, resolvendo toda esta situação. Quanto melhores forem os resultados dentro de campo, mais fácil fica para estabilizar as finanças do clube".

Fonte: Craques do Rádio - Rádio CBN Cuiabá
28/08/2012

0 comentários :

Postar um comentário

Atenção: comentários anônimos não serão aceitos. Identifique-se!