Mixto aciona polícia. Delegação será acompanhada por seguranças do Paysandu


Segurança do time em Belém deixa o Mixto em alerta e presidente aciona polícia militar e federal para prevenir possíveis ações de torcedores do Remo

Hélio Machado, presidente do Mixto
A diretoria do Mixto está preocupada com a segurança da delegação em Belém. De acordo com o presidente Hélio Machado “parte da imprensa de lá está relatando coisas que não aconteceram em Cuiabá, deixando o clima bastante pesado”. Temendo pela integridade dos alvinegros, o dirigente já acionou a Federação Mato-grossense de Futebol, a CBF, a Secretaria de Segurança Pública de Mato Grosso e a Polícia Federal.

"Mandei ofícios através de e-mail, também fui pessoalmente até o presidente Carlos Orione e conversei ainda com o secretário adjunto de Segurança Pública de Mato Grosso, o Alexandre Bustamante, que é da Polícia Federal. A secretaria de Segurança do Pará já foi acionada, bem como a própria Polícia Federal e a Federação de Futebol do Pará" explicou Hélio.

Segundo ele, “um repórter de uma rádio de lá relatou que a delegação do Remo teve problemas com nossos torcedores em Cuiabá, inclusive com pedras jogadas contra o ônibus, o que é mentira. Não aconteceu nada disso. Esta irresponsabilidade está criando um clima muito pesado e estamos preocupados com isso”. Machado também informou que a delegação do Mixto terá o acompanhamento de quatro seguranças cedidos pelo Paysandu durante sua estada em Belém, aonde chega no sábado – retorna terça-feira.

Ainda de acordo com Hélio, esta preocupação do Mixto foi oficialmente comunicada também à diretoria do Remo.

Fonte: Craques do Rádio
06/09/2012