7.9.12

Mixto não perdeu por três gols de diferença em 2012, placar que classificaria o Remo


Zagueiros Kall e Cris, sistema defensivo é uma das armas para o jogo em Belém
Para muitos, retrospecto e estatística servem apenas para retrospecto e estatística, sem qualquer influência para jogos futuros. Mas, números são números e muitos tabus custam a cair por serem muito valorizados, tanto por quem os defende como por quem quer derrubá-los. E esse é mais um obstáculo que o Remo terá no confronto deste domingo contra o Mixto, pois precisa vencer por três gols de diferença e o time mato-grossense ainda não foi batido desta forma na temporada 2012.

O Clube do Remo ainda sonha com o acesso à Série C 2013, mas para tornar o sonho realidade precisa quebrar um ‘tabu’, pois o time mato-grossense só foi derrotado cinco vezes este ano, em 27 jogos disputados, somados o campeonato estadual e o Brasileirão da Série D, e em nenhuma ocasião perdeu por três gols de diferença.

Na 4º Divisão, o Mixto perdeu dois jogos em nove disputados. Os dois resultados negativos foram contra o Sampaio Corrêa. Em Cuiabá, o time maranhense venceu por 3 a 1 na estreia da competição. Fora de casa, pela última rodada, o representante do Mato Grosso na Série D perdeu por 1 a 0 para a Bolívia do Maranhão.

Até o primeiro jogo destas oitavas de final o Mixto só sofreu nove gols, ficando com a média de um gol por partida. Por outro lado, o ataque do Leão marcou 20 vezes em 9 confrontos: média de 2,22 gols por disputa.  Os azulinos só venceram por mais de três gols de diferença uma vez, quando bateram o Náutico-RR por 4 a 0.

Para conseguir se classificar às quartas de final da Série D, o time paraense precisa superar suas marcas no torneiro nacional e passar por cima das estatísticas do time mato-grossense na temporada.

Fonte: Craques do Rádio com o Diário do Pará
07/09/2012

0 comentários :

Postar um comentário

Atenção: comentários anônimos não serão aceitos. Identifique-se!