17.9.12

Público divulgado pela FMF intriga diretoria mixtense. Taxas do Dutrinha arrancam 14 mil


De acordo com o borderô oficial o público pagante do jogo deste domingo entre Mixto e Sampaio Corrêa no Estádio Presidende Dutra foi de 2.547 torcedores (com renda de R$ 34 mil). Número que voltou a intrigar e a irritar a diretoria mixtense, para quem “o mistério continua”, argumentando que “não cabia mais ninguém”.
Hélio Machado, presidente do Mixto
"A PM chegou a pedir para não deixar mais ninguém entrar. Não pode estar certo, não tem como estar certo, pois o estádio com certeza não encolheu. Esse número divulgado não tem como estar certo" protestou o presidente do clube, Hélio Machado.

Segundo o dirigente, a venda no estádio foi feita por bilheteiros do Mixto, que também tinha “fiscais dos dois lados”. A contagem, no entanto, foi feita pela FMF. “É um mistério que não consigo entender, um mistério de difícil compreensão”, acrescentou Machado.

A capacidade oficial do estádio, segundo aferição recente do Corpo de Bombeiros, é para 7 mil torcedores. “Os dois lados estavam cheios, não cabia nem mais mil pessoas ali”.

Ninguém da FMF, que só tem expediente a partir das 13h, foi localizado na manhã desta segunda-feira para falar sobre o assunto.

Mas, além do que considera “um número muito estranho”, em relação ao público oficial divulgado, o Alvinegro tem outros motivos para bronca:

"Tivemos uma despesa de R$ 14 mil, sendo mais de dois mil só com o Funreseg (Fundo de Reequipamento da Segurança Pública), que cobrou pelo envio de 90 policiais mas só tinha 33 no estádio. Vou cobrar o ressarcimento disso".

E no final do jogo o Mixto ainda foi surpreendido por um Oficial de Justiça de Rondonópolis, obedecendo decisão sobre uma ação movida por Luis André. “Nem sei quem é esse, mas levaram dois mil reais”, informou o presidente do clube.

Fonte: Craques do Rádio - Foto: Otmar de Oliveria / A Gazeta
17/09/2012

4 comentários :

Marcelo disse...

Se ontem só haviam 2.500 pessoas no Dutra, a capacidade do estádio não chega a 3.000. É realmente revoltante esse tipo de coisa. Ministério Público precisa abrir uma investigação, pois dessa forma nosso futebol nunca deixará de ser miserável apesar do esforço da torcida em ir e pagar 20,00 por um ingresso.
Ontem o Dutrinha tinha no mínimo 4.000 pessoas tranquilamente......

Odilor disse...

Essa FMF é uma verdadeira baderna de pessoas mal intencionadas. Ficam como urubus para arrancar dinheiro dos clubes. Realmente, está na hora de mudar a direção geral da FMF, só assim teremos um futebol profissional no Estado.

JACKSON disse...

É POR ISSO QUE O FUTEBOL DO MATO GROSSO ESTA ESSA MERDA. ESSE TAL DE ORIONE ESTA HA TROCENTOS ANOS NA FRENTE DA FEDERAÇAO E NUNCA FEZ NADA PELO FUBEBOL. É SÓ VENHA NOS E O RESTANTE É QUE SE DANHE. TEMOS QUE TIRAR ESSE BANDO DE MARGINAIS QUE FICAM A FRENTE DA FEDERAÇAO. ESTIVE ONTEM NO DOUTRINHA, E MEUS AMIGOS COM TODA CERTEZA NÃO TINHA MENOS DE 4000 PESSOAS NO ESTADIO. POUCA VERGONHA...........

Odeney on 18 de setembro de 2012 05:20 disse...

Para o Ministerio Publico do Est.de Mato Grosso investigar é preciso no minimo, os torcedores,com base no Estatuto do Torcedor, enviarem e-mails, pedindo providencias a respeito, considerando que,Oficias de Justiça estão sempre presentes nos estadios de MT para segurar verba de açoes trabalhistas, acho que os torcedores precisam ajudar seus clubes ajudando a cobrar das autoridades, só enviar e-mails p/os veiculos de comunicaçoes que cobrem o nosso futebol é muito pouco.

Postar um comentário

Atenção: comentários anônimos não serão aceitos. Identifique-se!