Conselho começa a discutir gestão. Clube apela para contribuição financeira dos torcedores


Presidente Hélio Machado na reunião do Conselho
O Conselho Deliberativo do Mixto se reuniu no último dia 10 e iniciou as discussões sobre a reforma do estatuto e ações de gestão. Uma Comissão foi formada para comandar o processo de estatuínte. Na próxima reunião, marcada para o dia 24 deste mês, os conselheiros começaram a decidir sobre a proposta do novo estatuto e também sobre um plano de gestão e ação para trabalhar a marca "Mixto".

Entre outras decisões tomadas pelos conselheiros destaque-se a formação de uma comissão que vai cobrar do ex-presidente da Afam, Eder Moraes, o pagamento de dívidas trabalhistas de sua gestão.

Na última semana pipocou vários processos da gestão de Eder Moraes, e, por conta disso, o repasse da City Lar foi bloqueado. O jurídico do Mixto já negociou a liberação da verba, para o tanto, o Mixto precisa cumprir rigorosamente o pagamento de parcelas de R$ 20 mil. 

Afim de cumprir a negociação com a justiça e não ter mais verba de patrocínio bloqueada, o presidente do conselho, Elber Rocha, e o presidente do clube, Hélio Machado, estão apelando para os torcedores contribuírem no pagamento da parcela deste mês. 

"Precisamos da ajuda do torcedor nesse momento importante. Se cada torcedor depositar R$ 10, nosso problema estará momentaneamente resolvido. Se não conseguirmos arrecadar esses R$ 20 mil corremos o risco das dividas negociadas voltarem a estaca zero e até perdermos o patrocínio", declarou Elber Rocha.

Para doar o torcedor deverá depositar na conta:

. Agência: 0046   
. CC: 29.730-5 
. Banco do Brasil
. Em nome de: Associação Torcedores e Amigos do Mixto ATAM

O clube apresentará um balancete de tudo que foi arrecado com a campanha.
Advogado Helinho apresenta o quadro das dividas trabalhistas:
Maior problema é a herança deixada pela Afam
Igor apresenta o plano de ações para trabalhar a marca "Mixto"
Fonte: Mixtonet - Fotos: Fábio Ramirez
12/10/2012