13.11.12

Ley deve voltar ao time e esquema tático pode ser alterado. Treinador espera Dutrinha lotado


Técnico alvinegro vê igualdade de 1 a 1 como bom resultado; time irá decidir título em casa
Zagueiro Hugo (de branco) será o único desfalque do Alvinegro da Vargas ao segundo e decisivo jogo da final da Copa MT (Foto: Chico Ferreira / A Gazeta)
O técnico do Mixto, Eduardo Henrique, viu o empate de 1 a 1 diante do União no primeiro jogo da final da Copa Mato Grosso como ‘um bom resultado’. Para ele, pelas circunstância do duelo, a igualdade não chegou a ser um mau resultado - o time da capital saiu atrás do marcador.

Agora, para ficar com o título de campeão e em consequente a vaga para a Copa do Brasil de 2013, o Alvinegro da Vargas precisará de uma simples vitória na segunda e decisiva partida marcada para a próxima quinta-feira, feriado da Proclamação da República, às 18h, no Dutrinha. Em caso do novo empate, a disputa irá aos pênaltis.


O time

Para o jogo decisivo, o zagueiro Hugo, um dos mais experientes do time, ficará de fora, uma vez que levou o terceiro cartão amarelo e terá que cumprir suspensão automática. Para a vaga aberta na defesa, Eduardo Henrique tem à sua disposição o experiente Evandro, autor do gol do título do Mato-grossense de 2008 contra o próprio União, Kal e Edivan. Durante os trabalhos da semana, ele definirá quem fará dupla com Anderson.

Além desta mudança, o treinador alvinegro não descarta também a possibilidade de escalar olateral direito Ley, que foi uma das gratas surpresas do Mixto na campanha do Campeonato Brasileiro da Série C.

Eduardo Henrique adianta que pretende até alterar o esquema tático, abrindo mão do convencional 4-4-2 para o 3-5-2, já que Ley atua mais como ala do que lateral.

Outra mexida pode ocorrer na lateral esquerda com a liberação de Jeanzinho, que ficou de fora do primeiro jogo por estar suspenso. Neste caso quem deixa a titularidade é Giovani.

Salários

Antes de embarcar para Rondonópolis, a delegação alvinegra recebeu salário atrasado referente ao mês de agosto. Para hoje fica a expectativa de sair o mês de setembro. Para Eduardo Henrique, o presidente alvinegro Hélio Machado não tem medido esforço em regularizar a folha de pagamento.

A diretoria sempre teve o nosso crédito em relação a quitação dos meses em atraso. O grupo entendeu a dificuldade financeira, está indo a campo e conseguido os resultados. Isso prova o quanto os atletas são profissionais, deixando de lado qualquer tipo de vaidade”, disse o comandante alvinegro, que antes de ser efetivado como treinador, estava no cargo de gerente de futebol do clube.

12º jogador

Com o direito de decidir o título em casa, o time do Mixto espera contar com apoio o incentivo de sua torcida na quinta-feira, no Dutrinha. A diretoria e comissão técnica entende que o torcedor alvinegro tem que ir ao estádio para empurrar o time à vitória e automaticamente assegurar a segunda vaga do futebol mato-grossense à Copa do Brasil do próximo ano.

Lá em Rondonópolis, a torcida do União compareceu e empurrou o time o tempo todo do jogo. Precisamos fazer o mesmo aqui em Cuiabá”, frisou Eduardo Henrique.

Fonte: Luiz Esmael / Jornal A Gazeta
13/11/2012

0 comentários :

Postar um comentário

Atenção: comentários anônimos não serão aceitos. Identifique-se!