19.11.12

Presidente Hélio Machado diz que sai ainda este ano para dar lugar ao Conselho Gestor


Hélio afirma que ficou isolado e sem apoio, mas admite entregar o cargo após relatório de dívidas. Presidente assumiu o Mixto durante um período que ninguém se dispunha a dirigir o clube
Campeão como técnico e presidente no Mixto, Hélio Machado confirmou que vai deixar o cargo nos próximos dias. Isolado na diretoria e alegando não ter tido o apoio esperado, tanto da diretoria, quanto do Conselho Deliberativo, Machado fez um desabafo após a conquista do título da Copa Mato Grosso e disse ter recebido apoio, apenas de Antero Paes de Barros e do deputado Walter Rabello. Durante a entrevista, Hélio também criticou o departamento de marketing, a cargo de Ênio Rodrigues, que, segundo ele, ‘não teria viabilizado nenhum patrocinador’.

As marcas que estão na camisa do Mixto foram colocadas lá, graças a intervenção de outras pessoas”, disse Machado, prosseguindo sobre a saída. “Vai ter uma transição. Estou fazendo um levantamento das dívidas do clube (duas folhas de pagamento, uma de R$ 164 mil e outra R$ 136 - já sem os salários de Nonato e Yuri) e o que temos a receber”, disse o presidente, referindo-se aos valores do principal patrocinador, a Cyti lar, cujos repasses foram bloqueados por ações trabalhistas. “São três parcelas, além de mais três parcelas do Estado, que já pagou uma, eram quatro”, informou.

Assim que entregar o relatório, Hélio promete deixar o cargo. “Vou deixar a presidência, o Conselho Gestor é que vai assumir”, resumiu.

Não pode continuar no jeito que está, eu fiquei sozinho. Inicialmente o Conselho se propôs a ajudar o Mixto. Pensei que eles viriam somar. mas percebeu-se que eles estão querendo tomar e administrar sem a minha presença. Existem restrições a meu nome entre eles. Eles vão tomar conta. Então, para evitar um confronto prefiro sair”, concluiu.


Futuro do elenco é incerto

Sobre o futuro do elenco campeão, Machado disse estar numa situação que o impede de tomar qualquer decisão. “Meu pensamento era manter grande parte do elenco. O outro grupo não sei. Não quero assumir nenhum compromisso. Todos os jogadores estão liberados até 30 de novembro; depois vamos comunicá-los sobre a situação”, disse.

Fonte: Jornal A Gazeta - Foto: Fábio Ramirez
18/11/2012

0 comentários :

Postar um comentário

Atenção: comentários anônimos não serão aceitos. Identifique-se!