Kiko vai para o banco de reservas. Helber, Felipe e Robinho não entram no BID


O Mixto vive momentos turbulentos, apesar de estar fazendo uma boa campanha (terceiro colocado no G-4). Depois da liberação do goleiro Igor por indisciplina, o técnico Claudio Adão mandou Kiko para o banco de reservas. No caso do goleiro Igor, ainda existe uma justificativa, mas para Kiko, é uma opção do técnico.

O time viajou sábado para Rondonópolis, onde enfrenta neste domingo o Rondonópolis no Luthero Lopes. As novidades serão a manutenção de André Luiz como titular e provavelmente a manutenção de Kall no meio de campo. 

O provável time deverá ser de André Luiz, Dudú, Junior Soares, André Luiz e Jorginho; Vitor, Cal, Gean (Jamba) e Geovani (Natan); Paulo Henrique e Marcley.

Claro que não se esperava a demissão do goleiro Igor, mas a manutenção de André Luiz foi natural. Afinal, ele pegou tudo contra o Cacerense. Quanto a definição de Kiko no banco de reservas era previsível, já que o treinador tem várias opções no meio de campo e ainda o deslocamento de Kall para o setor.

Não entraram no BID

O atacante Felipe Adão, o volante Helber e o meia Robinho não entraram no BID e estão fora do jogo. A diretoria está fazendo o possível para regularizar estes jogadores, mas depende da liberação dos clubes de origem, coisa que ainda não aconteceu.

Fonte: Orlando Antunes/Soccer MT - Foto: Olhar Esportivo
24/03/2013