Repórter de Rondonópolis faz novas denúncias sobre a ligação de Helmute, presidente do Luverdense, com a arbitragem em MT


Helmute, presidente do Luverdense
e "vice-presidente" da FMF
Se não bastassem as “forças ocultas”, digamos assim, suspeitas de prejudicar os clubes, agora vem mais um novo vice-presidente, assim intitulado, ditar normas em prejuízos aos seus adversários. Falo do Sr. Helmuth Lawisch, também Presidente do Luverdensse Esporte Clube.

Nova denuncia:

Entendam, no jogo em que deveria ter acontecido em Rondonópolis no dia 10/03/2013, entre Vila Aurora x Luverdensse, e que não foi realizado por falta de coerência por parte do Sr. árbitro Daniel Martins dos Santos alegando falta de ambulância, Daniel esperou por 1 hora e 05 minutos e se dirigiu ao vestiário dos árbitros, quando, segundo o diretor de futebol Sr. José Carlos Filho, Junior do Vila Aurora, o assistente João dos Reis Silvano Marques estava ao telefone falando com o Sr. Helmute, que quis falar com o árbitro Daniel. O mesmo respondeu: "fala Presidente" e logo após ouvir o Sr. Helmute disse: "fique tranquilo presidente, o jogo não vai acontecer".

Segundo o Sr. Ismar Gomes, representante da FMF, faltou bom senso do árbitro Daniel.

Assim, começo a entender o que está dizendo o companheiro Antero Paes de Barros, Jornalista em Cuiabá e também torcedor do Mixto (leia aqui a denúncia feita por Antero).

O Sr. Helmute tem influência na arbitragem de Mato Grosso sim senhor! Não generalizando à todos, pois existem homens sérios nesta arbitragem Mato-grossense.

Já vi jogos em Lucas lá no Passo das Emas, Estádio onde manda jogos do Luverdense, até um dia desses atrás havia uma porta de acesso dos vestiários dos árbitros aos vestiários do Luverdensse, causando assim revolta às equipes que lá iam jogar. Jogos em que o Sr. Helmute dava cartas e jogava de mão.

Parabéns companheiro Antero pela denúncia, o nosso futebol está pedindo socorro, a nossa entidade maior e o Diretor de árbitros precisam prestar mais atenção, pois alguns são favorecidos em detrimentos de outros. 

Esperamos que providências sejam tomadas para evitarmos maiores transtornos ao já conturbado Futebol Mato-grossense.

Por Nilson Rachid / Repórter Esportivo em Rondonópolis

Fonte: Futebol Matogrossense - Site do Salaka
16/04/2013