Goleiro André pode ir para o CEOV. Empresário do Operário tenta levar jogadores do Mixto para o rival


Goleiro André almoçou com empresário do Operário
e deve deixar o Mixto (Foto: Globo Esporte)
Após flagrar seis jogadores do Alvinegro reunidos com o empresário César Gaúcho - articulador do Operário (CEOV) - num tradicional restaurante cuiabano, a diretoria do Mixto deve oficializar nesta segunda-feira a demissão dos atletas.

César Gaúcho já havia "tirado" do Mixto os atacantes Paulo Henrique e Marclei levando-os para defender o rival. 

Os atletas que estavam reunidos com o empresário do Operário são: Goleiro André, zagueiro Asprilla, lateral-esquerdo Carlos Alberto, lateral-esquerdo Jorginho, volante Vitor e volante Ívis.

Vários jogadores do Tigre estariam sendo assediados pelo Operário, que tem oferecido grandes propostas salariais.

"É inaceitável essa situação, esses jogadores são funcionários do Mixto e negociar com outro clube por debaixo dos panos é no mínimo traíragem", disparou um dirigente do clube, indignado também com a ousadia dos dirigentes do clube rival.

Contratações: A diretoria do Mixto segue negociando reforços. O atacante Furlan já estaria com as negociações resolvidas e só depende do aval do novo técnico Ito Roque para retornar ao Mais Querido. Outros reforços podem ser anunciados até segunda-feira.

Texto: Mixtonet
25/05/2013