9.6.13

MIXTO DOMINA A PARTIDA, JOGA MELHOR MAS PECA NAS FINALIZAÇÕES E PERDE PARA O ÁGUIA NEGRA POR 2 A 1


Mesmo sendo superior na maior parte do jogo, o Mixto perdeu para o Águia Negra-MS por 2 a 1 no estádio Ninho da Águia, em Rio Brilhante-MS. O Tigre criou muitas oportunidades e chegou por diversas vezes com chances de gol, mas sentiu a falta de um homem-gol, um finalizador nato que empurrasse a bola para o fundo da rede. O gol do Mais Querido foi marcado pelo zagueiro Odail Junior em cobrança de falta.

Primeiro tempo

O time cuiabano entrou em campo decidido a buscar a vitória. "Vamos manter o mesmo esquema tático da primeira partida, um 4-3-3 com bola e 4-4-2 sem ela. Respeitamos a forte equipe do Águia mas vamos em busca dos 3 pontos", explicou o técnico Ito Roque antes da partida. Ray era o homem mais adiantado no ataque, com Ley atuando de ponta de lança e Geovani no meio campo, ambos apoiando o ataque.

Com a bola rolando o Alvinegro começou com gás total. Logo nos primeiros 10 minutos o Mais Querido quase abriu o marcador em três ocasiões, duas com Ley e uma Ray.

O Águia Negra só conseguiu levar perigo a meta alvinegra aos 12 minutos, quando Ralph falhou mas o zagueiro Kall tirou a bola da área. O Mixto respondeu no contra-ataque mas foi infeliz na finalização, diferente do Águia que, logo em seguida, conseguiu marcar o primeiro gol aos 15 minutos de jogo. 

O time sul-mato-grossense estava satisfeito com o placar e atuava recuado, marcando o time do Mixto do meio campo para traz esperando o contra ataque. Enquanto o Águia dava só "chutão" o Mixto mantinha a posse de bola, tocava bem, criava as oportunidades mas não conseguia finalizar com sucesso.

O Tigre dominava e o gol parecia uma questão de tempo, mas não aconteceu. O Mixto ainda teve chances de marcar com Felipe Blau, Ray e Geovani mas o marcador não se alterou mais.


Segundo tempo

Na etapa complementar a história do jogo continuou o mesma, com o Alvinegro dominando e criando as melhores oportunidades mas sem conseguir finalizar com sucesso, enquanto o Águia Negra atuava recuado tentando o contra-ataque.

 Se o ataque não conseguia marcar, a zaga chegou para resolver. Aos 39 minutos o zagueiro Odail Júnior marcou o gol do Mais Queiro de MT em cobrança de falta - a bola ainda quicou no morrinho de artilheiro antes de morrer no fundo da rede. Finalmente parecia que o Tigre iria embalar e virar o jogo. 

Mas logo em seguida veio o castigo. Dois minutos depois o time de Rio Brilhante chegou em contra-ataque, arriscou de fora de área e a bola desviou na zaga e entrou, 2 a 1 para o Águia.

O Mixto ainda esbouçou uma reação, mas no finalzinho teve o atacante Ray expulso. Se com atacante em campo não marcava sem atacante a situação parecia não ter mais jeito. O Tigre pagou o preço de não ter um finalizador em campo.

A Série D faz uma pausa para a Copa das Confederações e retorna em julho. A próxima partida do Tigre será contra o Goianésia, no dia 07 de julho no estádio Dutrinha.

Ficha técnica

- Partida: Águia Negra 2 x 1 Mixto

- Competição: Campeonato Brasileiro Série D (2ª rodada da 1ª fase)

- Local: Estádio Ninho da Águia, em Rio Brilhante-MS

- Gols: Neto 14' 1T (Águi Negra); Odair 38' 2T (Mixto); Cléber 41' 2T (Mixto)

- Árbitro: Leandro Junior Hermes-PR

- Assistentes: Moises Aparecido de Souza-PR e Rafael Trombeta-PR

- Mixto: Maurício Telles; Bira (Léo), Odail Júnior, Kal e Ralf; Kiko, Cleber (Furlan), Felipe Blau e Geovani; Rai e Ley (Lucas Newton).

Texto: Mixtonet - Fotos: Thalyta Andrade
09/06/2013

5 comentários :

MARCÃO disse...

O MIXTO sentiu muito a falta do Paulo Henrique.
Não tinha nada que ter deixado ele ir pro operário.
A torcida do MIXTO tem que entender que é raro hoje em dia o atleta que se identifica com o time. Até na série A é assim. Vejam o caso do DEDÉ do Vasco. Ele tem uma identidade muito grande com o clube, mas nem por isso conseguiram segurar ele. Agora imaginem na série D. A torcida ficar MAGOADA porque os jogadores procuraram aqueles que estavam lhe oferecendo melhores propostas. Isso não é motivo pra criar raiva dos jogadores por isso. A torcida tem que entender que eles são profissionais, vão atras do que for melhor pro seu bolso, ainda mais na série D. O MIXTO é que deveria ter feito uma proposta melhor pra segurar esses jogadores, principalmente ANDRÉ e PAULO HENRIQUE.
Se tem dinheiro pra trazer tanta gente de fora, porque não ter usado esse dinheiro pra manter aqueles que já tavam jogando bem no time, e muito bem por sinal. Temos que ser mais inteligentes. De que valeu ter trazido tanta gente incompetente, se talvez aumentando um pouco mais o salario de alguns jogadores teríamos um resultado melhor e menos dispendioso. Chega de burrice. Lembrem do que aconteceu com aquele time maravilhoso do MIXTO que venceu o UNIÃO em pleno LUTERO lotado em 2008 e foi campeão. Foi todo desfeito, pra trazer aqueles CUPINCHAS MERCENÁRIOS que não jogavam nada. O dinheiro gasto com esses SANGUESSUGAS poderia ter sido usado pra valorizar aquele time, aumentando seus salários e mantido eles para disputa da série C. Traria para o time apenas algumas peças chaves onde houvesse mais carência, pois a base do time era muito boa. Teríamos um time AGUERRIDO, MOTIVADO e VALORIZADO para disputa da série C naquele ano. AGORA VOCÊS SE PONHAM NO LUGAR DAQUELES JOGADORES E ATÉ DOS QUE JOGARAM MUITO NO ESTADUAL DESTE ANO, POIS A SITUAÇÃO É A MESMA. ELES DÃO SANGUE, RALAM O CAMPEONATO INTEIRO, COMO O FERNANDO, EVANDRO E BUIÚ EM 2008,E O PAULO HENRIQUE EM 2013. E aí a DIRETORIA DO MIXTO DEIXA ESSES CARAS DE LADO E PREFERE TRAZER JOGADORES DE FORA PAGANDO MUITO MAIS DO QUE ELES RECEBIAM. VOCÊS SE SENTIRIAM BEM COM ISSO?? NINGUÉM GOSTARIA DISSO. É A PURA INGRATIDÃO E DESVALORIZAÇÃO DO JOGADOR. SE A DIRETORIA AGISSE DE OUTRA FORMA MANTENDO O TIME E OS JOGADORES QUE JOGARAM COM RAÇA E VONTADE DURANTE TODO CAMPEONATO com certeza não teria sido aquele FIASCO que foi em 2008. E melhor não teria se jogado tanto dinheiro pelo RALO.
SE USÁSSEMOS ESSA FILOSOFIA DE VALORIZAÇÃO PELO DESEMPENHO O TIME DO MIXTO ESTARIA NUM LUGAR BEM MELHOR HOJE, NUMA SÉRIE B OU ATÉ A.
O que estamos vendo hoje está se repetindo, dadas as devidas proporções do que aconteceu em 2008, pois não foram trazidos MEDALHÕES como naquele ano, mas a valorização dos jogadores daqui devia existir sempre.
REPITO NESSA HORA TEM QUE DEIXAR VAIDADES DE LADO E SER INTELIGENTE, SE ELES PROCURARAM PROPOSTAS MELHORES, DEVERIAM SIMPLESMENTE CHAMÁ-LOS PRA CONVERSAR E ENTRAR NUM ACORDO, PRINCIPALMENTE NO CASO DO GOLEIRO ANDRÉ É DO PAULO HENRIQUE, QUE ESTÁ FAZENDO MUITA FALTA PRO MIXTO. MELHOR DO QUE JOGAR DINHEIRO PELO RALO COM JOGADORES INCOMPENTENTES COMO O SR. ÉDER DISSE.

Anônimo disse...

E Sr Eder de Moraes. Ainda ha tempo precisamos urgente de um Matador. O Mixto sempre peca em detalhes e este ano nao podemos deixar escapar a classificacao para a serie C. Esta e uma coisa que todos estao ciente se nao for dessa vez babau. Ano que vem vao fazer de tudo para o Operario disputar a serie D. E se o Mixto nao subir este ano ai Adeus. Seremos a quarta ou quinta forca de MT... Nossa torcida nao merece isso. O Mixto sempre foi a primeira forca de MT. Caimos para a terceira e temos que no minimo nos manter e somente isso acontecera se subirmos para a serie C... Ano passado apos a derrota pro sampaio na primeira partida fomos acordar e reforcar. Tinhamos ate condicoes de subir. Nao deu. Mas este ano temos que subir. Custe o que custar. A arena Verdao nao sera um elefante branco se o Mixto subir. Caso contrario................. Leonardo. A contratem o Lucao...

Anônimo disse...

O mixto tem um zaqueiro gordo, pesado não tem impulsão, tem um volante, cabeça de baque, só sabe dar chutão e ainda é capitão, tem um atacante que não tem condições de disputar uma série D. Dessa forma fica muito difícil subir para C.

seba ferraz on 12 de junho de 2013 16:36 disse...

seba disse...kal e kico tem q ser banco

seba ferraz on 12 de junho de 2013 16:38 disse...

seba disse... kal kiko tem q ser banco

Postar um comentário

Atenção: comentários anônimos não serão aceitos. Identifique-se!