20.9.13

Geílson sobre indefinição: "podemos nos preparar melhor, trabalhar mais a parte física"


Geílson diz que elenco está concentrado no acesso (Foto: Robson Boamorte/Globo Esporte)
O Aparecidense-GO entrou com um recurso no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) nesta quinta-feira e a indefinição quanto a quem será o adversário do Mixto na Série D do Campeonato Brasileiro continua. Enquanto isso, o time segue os treinos com foco no acesso para a Série C, que pode vir caso o Tigre avance para a semifinal.

Para o atacante Geílson, autor do gol da classificação para as quartas de final, quando balançou a rede do Resende-RJ, esse tempo parado não vai atrapalhar o Mixto. Ele disse que o time estará preparado mesmo que o jogo seja marcado para amanhã, e ainda vê o lado bom de não atuar.

"Não nos afeta, pois estamos muito concentrados neste acesso. Não vamos perder em nada com essa indefinição. Só temos a ganhar, pois podemos nos preparar melhor, trabalhar mais a parte física e corrigir os erros cometidos nos jogos. Estamos bem concentrados para vencer" disse.

Assim como o resto do grupo, Geilson relatou que o time estará pronto para qualquer situação.

"Estamos esperando a justiça, mas seria melhor decidir a vaga na semifinal em casa, ao lado da nossa torcida. Mas não será problema jogar o duelo decisivo fora".

Caso o Aparecidense-GO conquiste a vaga, o Mixto tem o direito de realizar o segundo jogo em casa, ao contrário se o adversário for o Tupi-MG, que realizou melhor campanha. Se der o time mineiro, o time mato-grossense faz o primeiro jogo em casa.

Nota - O regulamento geral da CBF diz o seguinte sobre os mandos de campo: "Art. 12 – Para as terceira, quarta e quinta fases os mandos de campo dos jogos de volta pertencerão aos clubes que obtiverem sucessivamente: 1º) maior número de pontos ganhos em toda a competição (soma das fases); 2º) maior saldo de gols em toda a competição (soma das fases)."

Fonte: Robson Boamorte / Globo Esporte - Nota: CBF
20/09/2013

0 comentários :

Postar um comentário

Atenção: comentários anônimos não serão aceitos. Identifique-se!