ENTREVISTA COM GEÍLSON: Craque avalia empate com o Tupi, diz depender das jogadas do Geovani e mostra otimismo na vitória e no acesso


Em entrevista ao radialista Rosenil Luiz, da Industrial de Várzea Grande, o atacante Geílson, um dos principais jogadores do Tigre, afirmou estar "triste pelo resultado" de 1 a 1 entre Mixto e Tupi, mas reafirmou confiante que "nada está perdido". 

Lembrou que o Mixto já teve vitórias fora de casa e que a equipe "tem capacidade de jogar em Juiz de Fora, fazer boa partida e voltar com o acesso". Segundo declaração do craque do Alvinegro, "o grupo está confiante".

Geílson pediu para o torcedor do Mixto pensamento positivo para a partida em Minas Gerais. Segundo ele, o Mixto sentiu a falta de ritmo de jogo, consequência das três semanas paradas por conta do caso massagista.

Para o atacante, em Juiz de Fora o Tigre jogará melhor, pois "o campo é maior e melhor, campo neutro".

O experiente atacante afirmou também que ele depende das jogadas criadas pelo meia Geovani, mostrando entrosamento entre a dupla - ambos foram substituídos no segundo tempo gerando protestos da torcida contra o treinador.

"Eu dependo muito dele para criar uma jogada individual, enfiar uma bola", disse Geílson, sobre o companheiro. Logo em seguida concluiu confiante: "estamos preparado, temos treinado muito, surgindo uma oportunidade clara de gol vamos finalizar e trazer o acesso".

Ouça a entrevista:



Áudio: Rádio Indústrial de Várzea Grande AM 1070 Khz - Foto: Gilmar Ramos
04/10/2013