1.12.13

Kiko, Jamba, Kall, Pio, Dodô, Walison e Vitor confirmados. Geílson e Geovani deixam o Mixto


Com volta aos treinos prevista para 10 de dezembro, o Mixto deve anunciar nos próximos dias a chegada dos primeiros reforços para a temporada 2014. O número será alto – cerca de 15 atletas. Nesta semana, o Tigre perdeu seus dois principais jogadores, com a saída do atacante Geílson e do meia Geovani.

Segundo o treinador Zé Roberto, “Geílson tem mercado em centros maiores e preferiu sair, enquanto Geovani não mostrou interesse em renovar”. Os dois tem propostas de outros clubes.
Geovani preferiu não renovar com o Tigre (Foto: Chico Ferreira / AG)
Por ora, apenas sete atletas estão confirmados para a temporada 2014. São eles os volantes Kiko e Jamba, os zagueiros Kall, Pio e Dodô, os goleiros Walison e Vitor e o atacante Éder Belém.

O volante Gean e o meia Valderrama também irão deixar o clube.

"Queremos ficar com o Rafael Sayão, mas por ora ele ainda não acertou. Vamos montar um time competitivo, com pelo menos 25 jogadores. Estamos em busca de bons nomes, que vistam e honrem a camisa do Mixto. Alguns já estão certos, mas vamos divulgar quando eles assinarem o contrato" disse Zé Roberto, por telefone.

Em 2014, o Mixto está confirmado no Campeonato Mato-grossense e Copa Verde. Para chegar na Série D do Brasileiro, vai precisar do título estadual ou ficar atrás somente de Luverdense e Cuiabá, que já estão nas Séries B e C.

"Vamos pensar primeiro em fortalecer o time, para depois focarmos em algo maior. Mas é claro que nosso grande objetivo é voltar para a Série D".

A estreia no Estadual 2014 será no dia 19 de janeiro, no tradicional "Clássico dos Milhões", contra o Operário, no Estádio Presidente Eurico Gaspar Dutra. Pela Copa Verde, a equipe estreia contra o Vilhena de Rondônia.
Geílson tem proposta em mercados maiores (Foto: Lucas de Senna / GE)
Robson Boamorte / Globo Esporte

1 comentários :

Mixtonet on 3 de dezembro de 2013 11:03 disse...

GEOVANI REBATE PRESIDENTE EDER MORAES

Afirmando ter mais de cinco meses de salários atrasados, o meia Geovani rebateu através de nota oficial as declarações do presidente Eder Moraes dizendo que seu interesse em renovar contrato com o Alvinegro não teve a devida atenção por parte do dirigente. Geovani está definindo seu acerto com o Nova Iguaçu, do Rio de Janeiro.

Durante a semana Moraes disse que Geovani “não teve um comportamento adequado com o Mixto, que foi quem o projetou”. O presidente fez esta informação ao comentar o fato de o meia estar negociando sua transferência para outra equipe – seu contrato com o Mixto termina dia 15 de dezembro.

Eis a nota oficial do jogador, na íntegra:

“Boa tarde a toda nação Alvinegra, me sinto na obrigação de vim esclarecer alguns fatos que foram publicados a meu respeito e que não condiz com a verdade. Primeiro, quero esclarecer que, eu autorizei uma pessoa a procurar o presidente do Mixto Esporte Clube, Sr Eder Moraes, para discutir minha renovação de contrato, porém o mesmo o tratou de maneira grosseira dizendo que não trataria nada com representante nenhum. Após este fato, o presidente nunca mais me procurou para buscar um diálogo, apenas me prometia que iríamos conversar sobre a minha situação contratual, caso que não ocorreu até hoje. Tenho 5 meses de salário atrasados e 90% do sexto mês, e nem por isso vim a público criticar o presidente Eder Moraes, que já fez inúmeras promessas desde quando queria assumir o clube, e não conseguiu cumprir nem metade de tudo que prometeu até hoje. Eu jamais desprezei o Mixto Esporte Clube, pelo contrário, sempre honrei muito essa camisa, e tudo que o Mixto me deu, eu retribuí, fazendo gols importantes, e sendo peça importante no Estadual 2013 e no Campeonato Brasileiro Serie D 2013, por isso não me sinto ingrato com a instituição. Estou sim no Rio de Janeiro, pois recebi uma proposta, com um projeto de carreira que me foi apresentado, e com as boas referências que busquei, creio ser o melhor passo a ser dado em minha carreira, por isso estou acertando os últimos detalhes para defender as cores do NOVA IGUAÇU FUTEBOL CLUBE nas temporadas 2014 e 2015. Quero aproveitar a oportunidade para dizer também, que esta negociação nada tem a ver com Claudio Adão. Fui contactado diretamente pelo Clube carioca, e aqui estou sozinho para o acerto. Só tenho a desejar boa sorte aos meus companheiros que ali ficaram, e a toda torcida mixtense que tanto me apoiaram nesse período de 18 meses. Tanto a BOCA SUJA, quanto a COMANDO ZERO, e todos torcedores em geral, que nos momentos mais difíceis, me dirigiam palavras de incentivo e total apoio. Sigo a minha vida, e quem sabe um dia, quando o Mixto tiver um presidente que trate o Mixto como prioridade, que se dedique exclusivamente ao Clube e não como mais um passatempo na sua vida, eu possa voltar a vestir essa camisa novamente.

Geovani Martins”

Postar um comentário

Atenção: comentários anônimos não serão aceitos. Identifique-se!