27.12.13

Mixto iniciou trabalhos com bola e aguarda chegada de mais quatro jogadores


Ainda sem receber os salários atrasados de outubro e novembro, o elenco do Mixto segue os treinos físicos e táticos. O Tigre foi a primeira equipe do Mato-grossense que iniciou os treinamentos – dia 12 de dezembro – e, o treinador Zé Roberto iniciou nesta semana os trabalhos com bola. O presidente Éder Moraes está viajando e prometeu quitar os débitos até o início do mês. 

A diretoria confirmou a chegada do atacante Nilton Goiano, ex-Brasília e Rio Branco-AC. Segundo a assessoria do clube, o atleta já passou pelo Tigre em 2011, mas não chegou a disputar nenhuma partida. Apesar do atraso salarial, apenas cinco jogadores do elenco estão sem receber, pois são  remanescentes do ano passado – Kiko, Jamba, Kall, Flatini, Pio, Dodô e Wallison. 

O clube aguarda a chegada de mais quatro jogadores, todos oriundos do futebol maranhense. Os atletas devem rescindir contrato com suas equipes para serem anunciados. 

A estreia no Estadual será no dia 19 de janeiro, contra o Operário, no Estádio Dutra, com transmissão ao vivo pela TV Centro América.

Robson Boamorte / Globo Esporte

 

2 comentários :

Odenor disse...

Assim fica difícil começar uma temporada. Os jogadores novos ao saberem que desde outubro não paga os salários, vão ficar com a pulga na orelha.

Gustavo disse...

Cinco jogadores nada, na verdade são todos os jogadores que disputaram o brasileiro da Série D. Todos estão com seus salários atrasados. E o senhor todo correto Éder Moraes que se diz ser o bam bam bam se quer atende aos telefones de jogadores. Não quer nem saber da situação que tais jogadores que vestiram a camisa do tigre e com dignidade. O Mixto é um clube muito grande pra ter o seu nome sujo por um presidente que não ta nem ai pro clube, mais sim apenas para seus interesses políticos. Sempre dizendo que vai quitar os salários desde Mês de Maio essa conversa e até hoje nada. Falar até papagaio fala, quero ver cumprir e honrar com os compromissos, para que os jogadores também possam ter o dinheiro que foi fruto de trabalho para também honrar com os seus. Aqui fica minha indignação com o presidente Éder Moraes que está manchando o nome do Maior de Mato Grosso.

Postar um comentário

Atenção: comentários anônimos não serão aceitos. Identifique-se!