25.2.14

Goleada em Vilhena e eliminação da Copa Verde pesaram na demissão de Taques


Á frente do Mixto, Éder Taques teve 3 vitórias, 2 derrotas e 1 eliminação
Três vitórias, duas derrotas no estadual e a eliminação na Copa Verde em pouco menos de um mês. Este foi o saldo de Éder Taques no comando do Mixto. O treinador, que chegou para substituir Zé Roberto, confirmou a saída do comando do alvinegro na manhã desta terça-feira após uma conversa 'franca e tranquila' com o presidente alvinegro, Éder Moraes. Taques confirmou que a falta de resultados pesou, mas que não guarda ressentimentos. 

- Futebol é resultado, eu não sou o primeiro e nem serei o último treinador a cair por causa disso. Mas estou tranquilo, tive uma conversa com o presidente ontem a noite e saio sem ressentimentos – afirmou.

A eliminação da Copa Verde ainda na primeira fase, após sofrer uma goleada no primeiro jogo contra o Vilhena (4 a 1) e a desclassificação jogando em casa e com um a mais em campo, de acordo com Taques também pesou, mas para ele, o time foi prejudicado pelos desfalques.

- A eliminação foi complicada, mais ainda por causa da goleada lá. Mas tivemos uma sequência de desfalques importantes que também dificultam. Perdi o Kiko, o Codó, o César Romero e o Filipe em jogos importantes e isso com certeza influencia nos resultados.

Éder Taques deixa o Mixto após o fim da primeira fase do Campeonato Mato-grossense. O alvinegro se classificou para as quartas de final como vice-líder do grupo B com 14 pontos, sete a menos que o líder Luverdense e vai enfrentar o Cuiabá na próxima fase. O primeiro jogo está marcado para o dia 5 de março, no estádio Presidente Dutra.


Ary Marques deve assumir

José Vicente Tim, gerente de futebol do Mixto, confirmou que o técnico Ary Marques, que pediu demissão do comando do Operário nesta segunda-feira por não aceitar uma redução salarial, vai assumir o Tigre e deve se apresentar no final dessa semana.

Ary Marques, que está a caminho de Curitiba para visitar a família, afirmou em entrevista ao GloboEsporte.com que foi procurado pela diretoria do Mixto, mas não confirmou o acerto.

Bárbara Taques / Globo Esporte MT - Foto: Gilmar Ramos / OlhonoEsporteMT

 

3 comentários :

Edgar on 25 de fevereiro de 2014 12:14 disse...

Independente de técnico, o Eder Moraes não vai contratar mais jogador? vai manter o Lateral Direito depois de tudo isso? não vai dispensar o TITO? ou seja, de que adianta mudar 100 vezes de treinador se o time continua o mesmo, ruim pra caramba

Angelo disse...

Desculpa esfarrapada Taques, a sua caída não foi só falta de resultado, faltou foi tudo de bom no futebol, faltou jogo, atitude, técnica etc. somente apresentação medíocre ainda dizia que o time comportou se muito bem, santa paciência! saiu tarde demais, quem sabe agora pelo menos vamos ver raça, determinação e esquema tático. Agora inda tenho esperança, o Mixto vai dar a volta por cima. Eu acredito Mixtão.

Anônimo disse...

Em qualquer time grande, jogador que não mostrar o seu futebol em campo é demitido. O lateral direito, o médio volante nº 5 e o nº 11 são ruins demais e sem condições de vestir a camisa do Mixto E.C, também os reservas que entram no segundo tempo. Ao invés de ter contratado Rui cabeção deveria contratar um outro do seu nível para reforçar o time no Campeonato Matogrossense em andamento.
Ney Dias

Postar um comentário

Atenção: comentários anônimos não serão aceitos. Identifique-se!