14.3.14

segundo site, Cuiabá teria atuado com jogador irregular e Estadual pode ser paralisado


14/03/2014
O rumo do Campeonato Mato-Grossense pode mudar. Nesta quinta-feira, o presidente do Mixto, Éder Moraes, protocolou junto à Federação um pedido para que o Estadual seja paralisado. A justificativa foi a escalação irregular do meia Natan por parte do Cuiabá no primeiro jogo das quartas de final contra o Mixto. A informação é EXCLUSIVA do Portal Futebol Interior.

Segundo apurou o Futebol Interior, o meia Natan Rafael Batista Perdigão, conhecido apenas como Natan, precisava cumprir suspensão imposta a ele ainda no ano passado, quando o jogador disputou a 2ª Divisão do Campeonato Mato-Grossense pelo CEOV (Clube Esportivo Operário Várzea-grandense). No último jogo da competição, em 2013, Natan levou o terceiro cartão amarelo e como era a última rodada, não chegou a cumprir a suspensão automática.

No mesmo ano, precisamente no dia 27 de outubro de 2013, Natan foi expulso na partida contra o Rondonópolis, que foi válida pela última rodada da Copa Mato Grosso, campeonato também ligado a Federação Mato-Grossense de Futebol (FMT). Assim como já tinha acontecido na 2ª Divisão, novamente Natan não pode cumprir a suspensão, pela expulsão ter acontecido na última rodada. O meia Natan foi escalado de forma irregular pelo CuiabáSegundo as regras da Federação, quando um jogador fica impossibilitado de cumprir uma suspensão automática por não haver mais rodadas naquele ano, o mesmo precisa cumprir a suspensão imediatamente no campeonato seguinte, ou seja, Natan precisaria cumprir a suspensão no Campeonato Mato-Grossense deste ano, o que não aconteceu.

Contratado pelo Cuiabá neste ano, o meia não cumpriu a suspensão e esteve em campo na partida contra o Mixto nesta quarta-feira, que terminou empatada por 1 a 1 e culminou com a eliminação do Tigre do Estadual.

“Eu já enviei uma representação para a Federação e para o Tribunal de Justiça Desportiva do Mato Grosso comunicando que o jogador foi escalado de forma irregular. Espero que o Tribunal cumpra com o que é certo e o Cuiabá seja excluído do Campeonato Mato-Grossense”, disse Éder Moraes ao Futebol Interior.

A escalação de Natan demonstra uma verdadeira desorganização, para não dizer amadorismo do Cuiabá, que não percebeu os riscos que tinha ao escalar o jogador. A diretoria do time Dourado demonstrou mais uma vez que não respeita as regras da competição e para conseguir o título tentará passar por cima de tudo.

Éder Moraes quer a exclusão do Cuiabá

Vale lembrar que o Cuiabá jogou a primeira fase no Grupo Sul, também conhecido como “grupo dos classificados”, já que com apenas quatro participantes, todos já começavam a competição classificados para as quartas de final. Enquanto alguns clubes lutavam com a Federação contra a lambança que virou o Estadual, o Cuiabá, beneficiado, cruzou os braços.

O presidente do Mixto, Éder Moraes, que já enviou todos os documentos comprovando a irregularidade de Natan para o TJD, espera que a justiça seja feita. Se isso acontecer, o Estadual precisará ser paralisado, pois as semifinais já estão agendadas para o próximo domingo. “O Campeonato precisa parar, porque é o mais justo. Caso isso não aconteça, eu vou entrar na justiça comum para o Cuiabá ser excluído”, finalizou Éder Moraes.

Soccer MT - Futebol Interior

2 comentários :

manuel on 14 de março de 2014 13:31 disse...

Será? eu dúvido o Cuiabá não ter preocupado com isso, quem tem a prova de tudo isso? agora se realmente jogou irregular o Cuiabá terá que ser punido, mas e aí? o Mixto volta no lugar, Eder ja dispensou 8 jogadores

Mixtonet on 17 de março de 2014 09:16 disse...

TJD ENVIA PEDIDO DO MIXTO PARA FMF

O pedido do Mixto para que seja apurada a irregularidade ou não da escalação do jogador Natan por parte do Cuiabá foi encaminhado pelo presidente do Tribunal de Justiça Desportiva para a Federação Mato-grossense de Futebol. João Scaravelli, presidente do TJD, argumentou em seu despacho que o Tribunal não é um órgão consultivo.

“A solicitação é meramente administrativa, não cabendo assim a este Tribunal”, escreveu Scaravelli em seu despacho. “Nós tínhamos consultado a Federação, que nos orientou a enviar o pedido para o Tribunal, agora o pedido volta para a Federação. Vamos aguardar”, disse na manhã deste sábado o presidente Eder Moraes, admitindo, no entanto, que as chances de êxito do clube são pequenas:

- Sei que é muito improvável que o Cuiabá tenha cometido este erro. Mas como recebemos a denúncia e fomos cobrados à tomar uma providência, decidimos pedir esta consulta. Mas, de qualquer forma, estamos seguindo com a nossa vida já trabalhando para o jogo contra o Santos e outras questões de estruturação do Mixto – afirmou o dirigente.

A FMF não se manifestou ainda sobre o caso.

Postar um comentário

Atenção: comentários anônimos não serão aceitos. Identifique-se!