4.4.14

Oswaldo de Oliveira: "O goleiro deles é muito bom e não conseguimos fazer o que treinamos"


04/04/2014
O placar quando termina em 0x0 dizem que a culpa é dos goleiros, mas no caso do jogo entre Mixto e Santos na noite de quarta-feira (2) durante o primeiro jogo da Arena Pantanal, o placar se manteve intacto só foi por causa de um goleiro. Igor, o camisa 1 do Mixto foi a verdadeira muralha ou paredão, como a torcida mixtense o apelidou, durante os 90 minutos contra o Santos pela Copa do Brasil. 

O secretário Maurício Guimarães da Secretaria Extraordinária da Copa do Mundo (Secopa) prometeu uma placa em homenagem ao autor do primeiro gol na Arena, mas isso não aconteceu porque Igor defendeu os sete chutes a gol do time praiano e ainda contou com a ajuda do travessão por duas vezes. 

“Eu vim focado para fazer um bom trabalho e consegui. Não levamos gol, nosso time jogou fechadinho e agora vamos decidir lá. Pra mim é uma honra participar do primeiro jogo da Arena Pantanal e fazer uma mega partida como essa. Até se sobrasse a placa pra mim eu não ia achar ruim, não”, satirizou o goleiro durante coletiva de imprensa. 

Igor disse que o principal lance e a defesa mais difícil foi o primeiro chute do Santos no cantinho, pois ele estava com a visão encoberta, mas mesmo assim conseguiu colocar a bola para escanteio. “Eu quando tirei a bola do cantinho pensei comigo: hoje não vou tomar gol e dito e feito. Consegui evitar em outros lances e saímos com um resultado bom. Não vencemos, mas não levamos gol em casa. O Mixto é grande, lembrem-se disso”, finalizou Igor. 

Sobre a Arena Pantanal, não só Igor, mas todos que puderam jogar pareciam ensaiados ao dizer que tudo estava lindo. O técnico Santista, Oswaldo de Oliveira também pontuou sobre o jogo e disse que o empate e a partida serviram de aprendizado para os meninos, que mesmo achando que venceria, acabaram sendo surpreendidos com um Mixto forte e com muita catimba. 

“Não digo que foi falta de sorte nossa, foi mesmo um pouco de força do Mixto que preferiu ficar no campo de defesa e esperar alguns contra-ataques. O goleiro deles é muito bom e o nosso time não conseguiu fazer o que treinamos. Agora vamos decidir isso lá na Vila”, comentou Oswaldo. 

O Mixto volta a enfrentar o Santos pela Copa do Brasil no próximo dia 16 de abril na Vila Belmiro. Qualquer empate com gols classifica o Mixto e caso o placar permaneça no zero a zero decisão será nos pênaltis. 

Max Aguiar / Hiper Notícias - Foto: Marcos Lopes

 

0 comentários :

Postar um comentário

Atenção: comentários anônimos não serão aceitos. Identifique-se!