2.10.14

CONSELHO DECIDE NÃO DISPUTAR COPA MT E CONCENTRAR NO PLANEJAMENTO



 
Em reunião na noite de quarta-feira (01) conselheiros do Mixto Esporte Clube decidiram não participar da Copa Mato Grosso para concentrar esforços na reestruturação do clube e na preparação para o Campeonato Mato-grossense, que se inicia em três meses.

Foram 20 votos contra 8 após discussão de conjuntura e perspectiva do Mais Querido.

A decisão leva em consideração a situação que o clube se encontra, com dívidas e sem patrocínio. Como não havia receita para montar elenco para a Copinha, os conselheiros temiam aumentar as dívidas e preferiram dedicar o momento para um plano de reestruturação, que deve incluir negociações com a justiça e ações de marketing para atrair parceiros e impulsionar o programa de sócio torcedor.

“O Conselho Deliberativo mostrou amadurecimento ao decidir pelo planejamento e trabalho com os pés no chão, sem fazer loucura. Agindo com razão e não emoção. Estamos a cerca de quatro messes do Estadual, daqui a três ou dois meses tem que ter time treinando, ou seja, temos que pensar desde agora para um time forte. Não repetir os erros de antes”, declarou Cristino Batista, presidente do Conselho Deliberativo.
Mixtonet
02/10/2014
 

2 comentários :

A. J. Pedroso disse...

A desclassificação do Operário diante do Brasil de Pelotas nesta semana das eleições mostra que o Mixto precisa mesmo reestruturar o modo de conceber-se como clube de futebol. Basta lembrar que o Operário, neste Brasileirão da Série D de 2014, utilizou boa parte do elenco do Mixto que não se classificou para a Série C de 2013. Isto significa que é preciso pensar diferente, contratar um técnico que disponha de uma comissão técnica competente. Dos bons jogadores revelados na Baixada Cuiabana, muitos precisam ser mais bem preparados profissionalmente: aprender a se alimentar corretamente, a seguir parâmetros de comportamento de jogador profissional, a passar por uma preparação física correta, a aprender procedimentos técnicos (passe de bola, por exemplo). Infelizmente, ainda vemos ótimos jogadores que não conseguem desenvolver seus talentos cem por cento, porque na fase dos 15 aos 18 anos não são devidamente informados de como investir na carreira. Da mesma maneira, não adianta trazer jogadores experientes de outros estados, mas sem condições físicas de jogar no mesmo nível de anos atrás, quando estavam no auge de suas carreiras. Para 2015, é preciso que o Mixto pense grande. É preciso um time forte, com potencial para disputar o Estadual e jogar pra vencer. Acima de tudo, é preciso ser ousado. Com certeza, a torcida espera ansiosa para ver a nova estrutura do clube, com loja, CT, sócio torcedor. Mas, para isto, é preciso que a atual comissão que dirige o clube comece a produzir uma outra condição de diálogo com patrocinadores, apresentar uma proposta transparente e mostrar a força que tem a torcida do Mixto. Acima de tudo, produzir um ambiente favorável para que pessoas ligadas ao clube apresentem candidaturas à presidência do clube. Mais que presidente, é preciso considerar que um clube que funciona apenas com o presidente terá sempre problemas. É preciso uma diretoria forte, isto sim, com setores de futebol, marketing e outros com pessoas competentes e realmente envolvidas com o Mixto. A presença de numerosos conselheiros já é um bom indício de que as coisas estão mudando, e para melhor. Já em outubro, a torcida com certeza já está pensando no Mixto jogando em 2015. Séries C e D se encerrando para muitos jogadores e técnicos. Está na hora de começar a trabalhar, desde já. Viva o Mixto, o clube mais querido de Mato Grosso e uma das maiores torcidas do Centro-Oeste brasileiro.

Jomax disse...

Ressaltando: O time do MIXTO E.C. é o mais querido e tem a 2ª maior torcida do Centro-Oeste.

Postar um comentário

Atenção: comentários anônimos não serão aceitos. Identifique-se!