13.1.15

Ainda sem patrocínio, Mixto aparenta tranquilidade e prevê solução caseira


Ainda sem conseguir patrocínios para o Campeonato Mato-grossense, a diretoria do Mixto tem sobrevivido com o dinheiro da rifa que irá sortear uma moto no dia da estreia no estadual, além de doações de diretores e empresários simpatizantes do time. Enquanto não fecha com nenhuma empresa, o Tigre se apressa para levantar cerca de R$ 100 mil mensais, valor correspondente a folha salarial do elenco e demais despesas operacionais.  

Apesar disso, o clima é de aparente tranquilidade dentro da diretoria. De acordo com o diretor Luis Matos, não há plano B caso alguma empresa não feche contrato. O dinheiro sairá de qualquer jeito. 

- Estamos em busca, mas se nada der certo, os diretores vão tirar dinheiro do bolso. Já estamos fazendo isso. O time está aí treinando com muito foco para realizar um bom torneio – afirmou.

Segundo o presidente Paulo César Gatão, existe a chance de tentar um adiantamento do dinheiro que será pago aos clubes pela Federação Mato-grossense de Futebol (FMF), que gira em torno de R$ 100 mil. 

- Vamos tentar falar com a federação, pois já pagaria nossa primeira folha. Existem vários custos como deslocamento dos atletas, cozinheira, casa, etc. Estamos correndo atrás como nunca. O Mixto é nossa vida e vamos nos doar por ele - disse Gatão. 

Em treinos desde a semana passada, o Mixto estreia no dia 01 de fevereiro, contra o Operário, na Arena Pantanal. 

Robson Boamorte / Globo Esporte
13/01/2015 

1 comentários :

Anônimo disse...

É isso aí eu acredito muito nessa diretoria vamos que vamos mixtao
Higino Satiro de Almeida CUIABÁ MT

Postar um comentário

Atenção: comentários anônimos não serão aceitos. Identifique-se!