24.1.15

SEGUNDO TESTE: ALVINEGRO JOGA BEM E EMPATA COM O LUVERDENSE NO DUTRA


De laranja, Mixto empatou com o Luverdense em amistoso no Dutra (Foto: Arley Carlos/ATAM)
Após derrotar o Mato Grosso por 4 a 0 o Mixto fez seu segundo teste em preparação ao Campeonato Mato-grossense, desta vez em partida amistosa contra o Luverdense no Estádio Presidente Dutra. O jogo aconteceu na tarde deste sábado e terminou empatado em zero a zero, a torcida mixtense gostou do que viu.

Mas se o jogo era amistoso, em campo o que se viu uma partida pegada, com divididas fortes e intervenção do juiz para acalmar os ânimos em alguns momentos.

No primeiro tempo um jogo muito truncado com bastante erros de passes e poucos lances de gol, característico de times que estão em pré-temporada. Mas na segunda etapa o jogo ganhou emoção. No Mixto, destaque para o meia Bruno, camisa 10 do time, e para o atacante Benitez - camisa 17, que chegou a fazer uma linda finta driblando dois jogadores adversários na entrada da grande área, em jogada quase terminou em gol. 

Uma das característica do Mixto 2015 em comparação com o do ano passado é que o time agora toca mais a bola e joga com menos "chutão". Pelo menos essa é a primeira impressão.

O jogo

O Mixto só chegou a meta adversária uma vez, aos 34 minutos, através do camisa 9 Luizão, que não conseguiu ameaçar o gol do time de Lucas, que este ano disputará pela segunda vez a Série B do Campeonato Brasileiro. Antes disso, Ricardo Maria tentou penetrar a zaga mixtense, sem sucesso. 

Depois de um primeiro tempo sofrível e da bronca nos vestiários o jogo melhorou. Os dois treinadores testaram tudo o que podiam e não pouparam alterações. Foi quando Benitez, de 21 anos, entrou e ateou fogo no gramado do Dutra, que por sinal, está melhor que o da Arena Pantanal, acredite… O baixinho franzino, que lembra os bons tempos de Furlan, armou, fintou, driblou a zaga do Luverdense e finalizou duas vezes em direção ao gol adversário: foi o suficiente para cair no gosto da exigente torcida alvinegra. No primeiro lance, aos 7 minutos, dominou de fora da área, limpou o zagueiro e chutou de longe, arrancando aquele “huuuuuuuuuuuu”…

Aos 15, Luizão perdeu chance clara de abrir o placar, quando o árbitro Luis Paulo de Moura marcou toque do camisa 9 mixtense. A torcida chiou e o banco também. Aos 18 o Mixto percebeu que o time da Série B não era ‘monstro de sete cabeças’ e partiu para cima. Luizão tabelou com Bruno, mas o goleiro Thomazella salvou. 

Aos 26 o gigante Washington Jr entrou no Mixto, no lugar do camisa 9 Luizão, mas em sua primeira participação, aos 32, perdeu a bola do jogo. Recebeu livre, na área, fintou a zaga e se atrapalhou na finalização. Aos 37, Benitez apareceu de novo, com autoridade. Carregou a bola em direção a área, dominou, limpou a defesa e tentou colocar de chapa, no canto esquerdo de Thomazella, que operou novo milagre. Foi o último lance de emoção, mas novos capítulos prometem tornar essa trajetória alvinegra interessante no decorrer do Estadual, que começa dia 1 de fevereiro, contra o Operário. Não foi a toa que Thiago Oliveira, Cristiano Dresch e outros ‘olheiros’ estavam por lá.

De uniforme novo na cor laranja, o Mixto deixou o estádio aplaudido pelos torcedores; principalmente os paraguaios trazidos por Márcio Marolla, que parece ter acertado em cheio em alguns nomes, outros como o camisa 11, Gimenez, deixaram a desejar.

Ficha técnica

- Amistoso: Mixto 0 x 0 Luverdense
- Local: Estádio Presidente Dutra
- Mixto: Ortiz, Taboada, Sabiá, Jonathan, Kaoe e Hasse; Choco, Mattos, Gimenez, Bruno e Luizão.
- Luverdense: Thomazella, Montoya, Wallace, Daniel Baloi e Daniel Bahia; Júlio Terceiro, Ticão, Simeão e Rafael Tavares; Lukian e Ricardo Maria.

Fábio Ramirez / Mixtonet - Oliveira Júnior / Craques do Rádio
24/01/2015

0 comentários :

Postar um comentário

Atenção: comentários anônimos não serão aceitos. Identifique-se!