6.2.15

DIRETOR DE FUTEBOL ABANDONA O MIXTO ALEGANDO "CRÍTICAS DE TORCEDORES"


Luiz Matos Gimenez (á esquerda) e o presidente Paulo César Gatão
(Foto: Fábio Ramirez/Mixtonet)
Mal em campo e em crise financeira o Mixto tem mais um problema para resolver: o diretor de Futebol, Luiz Gimenez, se afastou do cargo. Ele reclama de “ingratidão da torcida”. Com ele sai também seu filho, o meia-atacante Rafael. A posição do dirigente, no entanto, pode ser revista.

“Fiz tudo que estava ao meu alcance para ajudar o Mixto, tudo que está aí é graças ao meu trabalho, mas as críticas e reclamações dos torcedores passaram do limite, inclusive com situações exageradas em Poconé (onde o Mixto perdeu quarta-feira por 2×1)”, explicou Luiz, acrescentando que o “excesso de críticas, até ofensivas” contra o seu filho também o deixaram “magoado”.

“O treinador indicou os reforços, nós trouxemos os jogadores, agora se não estão rendendo e outros que não foram inscritos a culpa não é minha. O time tem carências e nós sabemos disso, mas não temos dinheiro para contratar, todos sabem disso”, justificou, adiantando que tem recebido “pedidos para continuar” e que uma reunião prevista para esta sexta-feira discutiria esta possibilidade.

Sobre seu filho, Luiz disse que a decisão de deixar o Mixto foi do jogador.

O presidente Paulo César Gatão confirmou a saída de Luiz Gimenez e os motivos alegados. “Na verdade nem pensei direito sobre isso, não sei quem vai assumir. Estou muito preocupado é com a questão financeira, não conseguimos nada até agora e na próxima semana vence o mês, infelizmente a situação é muito delicada”, disse.

De acordo com Luiz um dos ‘candidatos’ a assumir a direção de Futebol do Mixto é o ex-presidente Hélio Machado.

Craques do Rádio 
06/02/2015

0 comentários :

Postar um comentário

Atenção: comentários anônimos não serão aceitos. Identifique-se!