10.4.15

Presidente concorda com punição e diz: "a torcida errou, mas o valor da multa é um absurdo"


Mesmo com sua participação no Campeonato Mato-grossense encerrada, o Mixto Esporte Clube perdeu na noite de quinta-feira, no julgamento do Tribunal de Justiça Desportiva de Mato Grosso - TJD/MT, o mando de campo de seis jogos e recebeu uma multa de R$ 5 mil. A punição é devido aos incidentes envolvendo a torcida mixtense no Estádio Presidente Eurico Gaspar Dutra “Dutrinha” no empate em 2 a 2 com o Luverdense pela primeira fase do Estadual. 

Paulo César Gatão, presidente do Mixto, disse concordar com a perda de mando, mas mostrou-se contrário ao valor da multa imposta pelo TJD/MT. 

- Não sou contrário a punição com a perda de mando, a torcida errou, mas o valor da multa é um absurdo. Todos sabem da situação delicada do clube e ainda vem com uma punição incoerente como esta. Essa é a maior multa aplicada pelo TJD que tenho conhecimento. Enquanto o Mixto é punido com esse valor de R$ 5 mil e com o prazo de dez dias para pagar, outras equipes recebem punições de R$ 200 ou R$ 300. Reafirmo que concordo com a perda, mas a multa é um absurdo – desabafou o presidente.

Logo após o julgamento, o advogado mixtense Ademar Vilarindo, afirmou que o clube irá recorrer da sentença.

Christian Guimarães / Globo Esporte MT - Foto: Olhar Esportivo
10/04/2015

0 comentários :

Postar um comentário

Atenção: comentários anônimos não serão aceitos. Identifique-se!