30.8.15

DIRETORIA ORGANIZA FÓRUM PARA SAÍDAS ADMINISTRATIVAS, VEJA COMO FOI


Fórum do Mixto aconteceu no auditório de Coletiva de Imprensa da Arena Pantanal
(Foto: Fábio Ramirez)
A diretoria do Mixto realizou no sábado (29) o Fórum Mixtense, com objetivo de discutir e elaborar estratégias administrativas. O evento contou com a presença de 25 pessoas, entre membros da diretoria, membros do Conselho Deliberativo e torcedores. 

O professor Reinaldo Vaz Guimarães, conselheiro do clube, conduziu a maior parte da exposição que definiu a missão, visão e valores do Mixto Esporte Clube:
Missão: A missão do Mixto Esporte Clube é ser motivo de orgulho para sua torcida, através de conquistas de títulos, formação de valores e valorização de atletas, além de contribuir na formação de cidadãos mais conscientes e participativos por meio das práticas desportivas;
Visão: Ser reconhecido e respeitado como clube esportivo nos cenários municipal, estadual, nacional e internacional, valorizando princípios éticos e tornando-se referência no esporte, em gestão esportiva e boas práticas de governança;
Valores: Sustentabilidade, honestidade, ética, compromisso e responsabilidade social.
Ademir Moreira - diretor de Desenvolvimento da Federação Matogrossense de Futebol (FMF) – contribui com a discussão sugerindo o modelo de departamentalização das funções administrativas do clube. Mesma posição defendida por Reinaldo Vaz, que criticou o modelo ao qual chamou de organização em linha, sugerindo a horizontalização administrativa. 

O objetivo apresentado era a construção de um Plano de Desenvolvimento Institucional para o Mixto - categoria de Planejamento Estratégico. Tarefa que continuará a ser elaborado por um grupo de trabalho formado pelos diretores João Paulo e Arley Carlos e o conselheiro Reinaldo Vaz. O modelo de PDI deve ser apresentado em outra etapa do fórum.

Entre as decisões está a participação na Copa Federação (antiga Copa MT). O time deve ser formado basicamente com garotos da base. Para viabilizar a participação do Mixto, foi instituído um grupo de trabalho (GT) de captação de recursos, formado por Leôncio, Helinho Pimenta e Gabriel de Magalhães (Papa).

O plenário entendeu como estratégico o clube possuir um endereço físico. Um GT composto pelos conselheiros Reginaldo Amorim e Reinaldo Vaz e o diretor Niltinho Assunção ficou responsável de viabilizar um escritório para o Alvinegro na região da Av. Getúlio Vargas.

O fórum passou também pela reflexão das potencialidades e dificuldades do clube. Sistematizando o seguinte:
Forças: marca forte; categoria de base; parceria UFMT; diversas práticas esportivas e site do clube.
Fraquezas: falta de estratégia; falta de estrutura administrativa; falta CT; falta fluxo de recursos; falta de pessoal administrativo; falta coordenação das categorias de base; falta coordenação das relações institucionais.
Oportunidades: Nova Arena; programa fidelidade.
Ameaças: Novos clubes; processos jurídicos.
Outro momento do fórum contou com a mediação do diretor Elber Rocha, que apresentou ideias de ações sociais envolvendo a marca do clube e sua torcida que, segundo ele, ajudarão a “limpar” a imagem do Alvinegro e ainda poderão contribuir na captação de recursos. Entre as atividades propostas estão campanhas de limpeza e preservação ambiental.

Apesar da boa discussão sobre métodos de gestão, dois problemas fundamentais do clube foram tratados superficialmente: a questão jurídica/dívidas e a arrecadação de finanças.  Apesar da criação de um grupo de trabalho para captação de patrocínios, não ficou claro como isso acontecerá, pois não foi apresentado um modelo de negócios e a estratégia para conseguir receita.

Fábio Ramirez / Mixtonet
30/08/2015