23.10.15

Rojão na aquibancada: Mixto e Dom Bosco absolvidos no TJD


Fazia tempo que o alvinegro não tinha uma notícia boa, e ela veio DE fora das quatro linhas, mais precisamente no ‘tapetão’. Por maioria dos votos dos auditores presentes o Tribunal de Justiça Desportiva da FMF absolveu Mixto e Dom Bosco na sessão de quinta-feira. Os dois clubes foram denunciados ao TJD após um rojão ter sido disparado dentro da Arena Pantanal durante o Clássico Vovô, disputado dia 5/10, pela Copa FMF (1×1). Como não houve prova da autoria da infração, não houve punição.

O único voto contrário a absolvição partiu do jurista Vinícius Barbosa, que sugeriu a aplicação de multa ao Mixto Esporte Clube. No entanto, coube ao presidente da primeira câmara disciplinar, o advogado Ildo de Assis Macedo, dar o voto de voto de minerva, absolvendo as duas agremiações. O terceiro auditor presente foi Marco Antonio Ribeiro, que votou pela absolvição.

Em seu despacho, Assis considerou que “as duas equipes cumpriram seu papel como determina a legislação, contratando ambulância, e tomando todas as providências exigidas para a realização da partida”. Ildo também citou que a Polícia Militar presente no estádio não conseguiu identificar e nem deter o torcedor que teria disparado o artefato nas dependências da Arena, ou seja: “não se sabe de onde o rojão partiu”.

Durante o julgamento foi levantada a tese de punir os clubes com a realização de partidas com portões fechados, sem a presença das torcidas, mas a sugestão foi voto vencido.

Não foi preciso sequer a defesa dos dois clubes usarem como tese ‘o rojão na Copa do Mundo’. Em julho de 2014, um torcedor chileno disparou um rojão na Arena Pantanal durante o jogo Chile x Austrália, válido pela Primeira Fase da Copa do Mundo, mas ninguém foi punido, nem a polícia, que permitiu a entrada do artefato.

Fonte: Craques do Rádio 
23/10/2015

0 comentários :

Postar um comentário

Atenção: comentários anônimos não serão aceitos. Identifique-se!