"O Mixto está sendo usado como trampolim político" dispara Dito Rubens convocando reunião


O presidente do Conselho Deliberativo do Mixto, Benedito Rubens Amorim, disparou contra a diretoria do clube e a Associação Tigre da Vargas. O dirigente foi categórico ao afirmar que estão roubando o Mixto e que está "cobrando provas concretas da situação de lama e merda em que o Mixto se encontra". Além disso, "que estão usando o Mixto como trampolim político. Ele quer a prestação de contas do time, caso contrário vai acionar a justiça para conseguir a documentação. 

- Estamos cobrando provas concretas da situação de lama e merda em que o Mixto se encontra, sem sede própria, sem conta corrente, sem administração competente e decente com diretores nomeados mandando mais que os eleitos e que pensam que nós conselheiros somos decorativos. Por isso, todos estão convidados para assistir a maior reunião do Conselho Deliberativo do Mixto que será no dia 16 de fevereiro - escreveu Benedito em uma rede social.

Não é de hoje que o Mixto recebe ajuda de políticos tanto na parte de gestão quanto na parte financeira. Desde o ex-deputado José Riva ao ex-secretário da Casa Civil Éder Moraes, diversos deles estiveram no comando do clube - hoje ambos estão presos acusados de corrupção enquanto estiveram no governo. Neste ano, o secretário adjunto de esportes de Cuiabá, Breno Reis, é quem comanda a Associação Tigre da Vargas, que assumiu o comando do time no início da temporada. 

O problema é que a Associação não tem falado a mesma língua do Conselho Deliberativo, presidido pelo advogado Benedito Amorim. Em uma postagem de sua página em uma rede social, Amorim soltou o verbo contra a diretoria e Associação Tigre da Vargas. Segundo ele, "o Mixto está sendo usado como trampolim político ou para satisfazer seus egos e beneficiar a si próprio". 
No encontro, marcado para a próxima terça-feira, na sede da CUT-MT, no bairro Lixeira, o Conselho Deliberativo afirma conceder a última chance da diretoria se explicar sobre prestação de contas e demais demandas solicitadas. Ele também quer a renúncia de quem "não tem mais ânimo para continuar no clube". 

Dentro de campo, o Mixto tem quatro pontos em dois jogos no grupo A e enfrenta o Sinop, na noite desta quinta-feira, em Sinop, pela quarta rodada do Campeonato Mato-Grossense. 

A reportagem do GloboEsporte.com tentou contato com Breno Reis, presidente da associação, e com Paulo César Gatão, presidente do clube, mas ambos não foram encontrados.

Fonte: Robson Boamorte / Globo Esporte
11/02/2016