28.2.16

ALVINEGRO SOFRE 2 GOLS SEGUIDOS, MAS REAGE OUTRA VEZ E EMPATA EM 3X3


Jogando sua última partida de punição por perda de manda de campo - imposta pelo TJD por objetos atirados pela torcida em campo - o Mais Querido mostrou mais uma vez poder de reação arrancando um empate contra o Cacerense, no Estádio Municipal Márcio Cassiano da Silva, em Jaciara. Por pouco o Tigre não saiu com a vitória, após terminar o primeiro tempo perdendo de 3 a 1.

O cacerense abriu o marcador logo aos 7 minutos do primeiro tempo. O segundo gol veio aos 26 min. O Tigre marcou o primeiro aos 31 minutos, ainda na primeira etapa, se aproveitando de falha do goleiro adversário. Mas quando o Mixto dominava a partida e buscava o empate, uma falha da zaga permitiu o terceiro gol do Cacerense, aos 41 minutos.

Na segunda etapa o Mais Querido voltou decidido a buscar o empate e logo aos 8 minutos marcou o segundo gol incendiando a partida. O jogo era muito movimentado, com jogadas lá e cá, mas foi o Tigre que conseguiu marcar, aos 46 minutos do segundo tempo, empatando a partida em 3 a 3.

No próximo jogo, domingo que vem, o Tigre volta a jogar em Cuiabá e recebe o Sinop na Arena Pantanal.

Fonte: Mixtonet. Foto: Craques do Rádio
28/02/2016

2 comentários :

Anônimo disse...

Essa defesa do Micro é Brincadeira. Tá difícil classificar pra próxima fase.

Anônimo disse...

Quem foi ontem em Jaciara viu o goleiro Silva do Mixto tomar 2 perus. A defesa é muito fraca. Buiu não tem condições de ser titular no MIXTO e o garoto Igor tem que ser aproveitado aos poucos, de preferência entrando no segundo tempo ou quando o jogo já estiver definido a nosso favor. Podem ter certeza que domingo na arena pantanal contra o Sinop vai ser uma pedreira daquelas. Se o MIXTO classificar para a segunda fase, terá que contratar no mínimo 5 reforços dos bons, caso contrário vai dar vexame. As torcidas organizadas do MIXTO presentes ontem em Jaciara demonstraram através de cânticos que não querem nem saber de Dito Rubens e Gatão, só faltou os dois lá para presenciar a manifestações. PAULO SÉRGIO CUNHA- JD. LEBLON - CUIABÁ-MT.

Postar um comentário

Atenção: comentários anônimos não serão aceitos. Identifique-se!