10.3.16

Gilson Paulino deixa problemas de lado e fala em reforçar o Mixto para os últimos dois jogos


O Mixto teve um início de semana conturbado com discussão entre diretor e treinador, além da derrota em casa para o Sinop que deixou o time cuiabano fora do G-4 do Mato-Grossense.
Mixto, treinos, 2016 (Foto: Assessoria/Mixto EC)Depois de uma reunião com a diretoria do Alvinegro, Gilson Paulino colocou panos quentes no problema da discussão afirmando que o assunto já foi resolvido.
- Não foi uma confusão, foi apenas um detalhe depois do jogo, onde um fala mais alto e tal, mas o Luís Alberto “Bebeto” é nosso amigo e está tudo resolvido – disse o comandante.
Por diversos fatores como contusões, suspensões e falta de regularização, Gilson paulino tem tido dificuldades para repetir a escalação mixtense. Para o duelo do próximo domingo diante do Poconé o treinador poderá contar com os reforços do lateral Pedro Bala e do zagueiro Rodrigo.
- Precisamos reforçar a nossa equipe, ainda não conheço o Pedro Bala, mas as informações são muito boas desse garoto, o elenco é muito pequeno do Mixto e com os problemas de contusões tem dias que não temos 22 jogadores para fazer o coletivo, a vinda dos jogadores da base é muito boa e vão treinar junto com equipe principal.
Fonte: Globoesporte.com

2 comentários :

Anônimo disse...

O MAIOR ADVERSÁRIO SERÁ O PÉSSIMO GRAMADO DO ESTÁDIO. É PIOR DO QUE DE FAZENDA. É UM ABSURDO DISPUTAR JOGOS EM UM CAMPO COM ESSA QUALIDADE.

Anônimo disse...

Domingo em Poconé o MIXTO precisa jogar fechadinho, saindo para o ataque só na boa, explorando o desespero do PEC. Não podemos de maneira alguma levar o gol primeiro, pois dessa forma o time fica vulnerável, tendo em vista que a nossa defesa é muito fraca. O time do Poconé possui no mínimo quatro jogadores que sabem jogar, como é o caso do meia TATÍCO. Quem viu o jogo em Jaciara pelo primeiro turno sabe que a parada vai ser duríssima e não é só por causa do gramado. Vamos em busca de um resultado positivo e depois decidiremos a classificação na Arena contra o CEOV. PAULO SÉRGIO CUNHA - JD. LEBLON - CUIABÁ-MT

Postar um comentário

Atenção: comentários anônimos não serão aceitos. Identifique-se!