MIXTO BATALHA, MAS NÃO CONSEGUE O RESULTADO E DEIXA ESCAPAR O TÍTULO


Os garotos do Mixto lutaram até o fim, mas não conseguiram alcançar o objetivo. O Tigre chegou a fazer o placar necessário para levar a decisão para os pênaltis, mas não conseguiu segurar o resultado e acabou derrotado por 3 a 2, deixando escapar a vaga para a Copa do Brasil. O jogo aconteceu na Arena Pantanal, na noite desta quinta-feira com a presença de 2.500 torcedores, maioria mixtenses.

A partida não poderia ter um início melhor para o Mixto. Logo aos quatro minutos o camisa 10 Matheus pegou um rebote para marcar e botar o Tigre na frente. A alegria mixtense foi rapidamente abafada por um pênalti. O meia Tiago bateu no canto oposto do goleiro Felício e empatou a final.

Após os dois gols em menos de 12 minutos, o Alvinegro ficou melhor no clássico, mas foi a eficiência de Cleberson ‘Tiarinha’ que deu a virada para o Dourado, de cabeça. Aos 40’ da etapa inicial, o Cuiabá ficava com uma mão na taça.

O cenário se repetiu na segunda etapa, com um gol pra cada lado antes dos 15 minutos. O camisa ‘7’ mixtense Leonardo aproveitou cobrança de escanteio para igualar novamente o marcador. Cinco minutos depois, o meia cuiabanista Vinícius acertou um voleio após bate-rebate na área mixtense e fez um golaço pra sacramentar o título do Dourado.

Os últimos 30 minutos de jogo tiveram o Mixto partindo desesperadamente ao ataque, porém o prejuízo se mostrou muito grande para pouco tempo de partida, além disso, os atletas deram sinal de esgotamento físico. O duelo terminou mesmo 3 a 2 para o Cuiabá (5 a 3 no agregado).

Ficha técnica

- Jogo: Cuiabá E.C. 3 x 2 Mixto E.C.
- Competição: Copa FMF - Final, 2º jogo
- Árbitro: Marcelo Alves dos Santos
- Assistentes de arbitragem: Rodolfo Ortiz e João dos Reis Marques 
- Público pagante: 2.109 pessoas
- Público presente: não divulgado
- Renda: R$ 16.405,00
- Escalação Cuiabá: Zé Carlos, Felipe Potengui, Matheus, Lucão e Nalberth; Igor (Allef), Heltinho, Tiago e Gabriel Orro (Romarinho), Cleberson e Vinícius.
- Escalação Mixto: Felício, Gabriel (Nei), Warley, Vitor Hugo e Luiz Henrique; Ângelo, Leonardo, Vinícius e Matheus (Antônio Carlos); Jhonas e Matias.

Fonte: Mixtonet - Thiago Mattos / Olhar Esportivo
25/11/2016