19.12.16

CONHEÇA O NOVO TÉCNICO DO MIXTO, TONINHO PESSO


Técnico Toninho Pesso
O novo treinador do Mixto, Toninho Pesso, quer desenvolver um trabalho inovador no clube com mais títulos estaduais em Mato Grosso – 24 troféus. Com 31 anos, ele se comparou com técnicos da nova geração e se considera uma aposta, mas lembrou que treinou duas equipes antes de fechar com o Alvinegro da Vargas para a temporada 2017.

Toninho foi meio-campista e jogou de 2003 a 2013 em times em sua maioria do interior de São Paulo e Goiás – Rio Verde, Canedense, América-SP, Francana, entre outros. Em 2014, ingressou na carreira de treinador.

- Fui auxiliar técnico no Itumbiara-GO em 2014 e 2015. No segundo semestre do ano passado treinei o Grêmio Barueri na Copa Paulista. Como auxiliar, voltei para o Itumbiara no estadual deste ano. Depois comandei o Vila Nova-MG, na Série D do Brasileiro – lembrou o treinador.

O técnico está junto com o diretor de futebol do Tigre Márcio Pardal na montagem do elenco. Alguns jogadores da região já estão acertados. Segundo Toninho haverá uma mescla com outros de fora para o início dos treinos, que estão marcados para começar dia 05 de janeiro.

- Vamos fazer um trabalho que seja compatível com a tradição da torcida do Mixto, que sabemos que é exigente. Estamos realizando um trabalho do zero e com o respaldo da diretoria. Vamos utilizar muitos jogadores de Cuiabá e pelo menos uns 10 atletas vindos de fora, que serão escolhidos a dedo.

Toninho Pesso fez cursos na CBF, cursa educação física e se comparou a alguns treinadores da nova geração.

- Nossa ideia é montar um time ágil, mas que seja ofensivo. Vamos propor fazer uma marcação adiantada, com pressão nos zagueiros. O nosso objetivo é sermos protagonistas no estadual. Tenho o mesmo pensamento dessa nova safra de treinadores como Léo Condé, Jair Ventura e Dado Cavalcanti - finalizou.

Fonte: Olímpio Vasconcelos / Globo Esporte
16/12/2016

2 comentários :

Paulinho disse...

Favor dessa vez uma defesa firme e forte porque nos últimos anos tava difícil. O ataque fazia gol e a defesa dava mais dois pros adversários. Isto não pode

Vagner Silva disse...

O técnico tem que fazer valer sua experiência e carreira de jogador em Campeonato Paulista, pois tanto na capital como no interior paulista o campeonato tem pegada muito mais forte, de muito maior nível de competitividade, e implantar no Mixto esta visão de time mais agressivo em termos técnicos. O Mixto tem que estrear e jogar todo o Estadual de Mato Grosso como se estivesse jogando o Campeonato Paulista, e pra isso tem que ter um elenco forte.

Postar um comentário

Atenção: comentários anônimos não serão aceitos. Identifique-se!