9.2.17

Empate do Mixto em Cáceres teve dois gols mixtenses anulados e gol impedido do Cacerense


O empate entre Cacerense e Mixto foi um jogo muito pesado. Teve 40 minutos de chuva antes da partida e o campo molhado não ajudava. O time do Alvinegro começou com sorte, logo aos dois minutos o Cacerense mandou uma bola na trave e no bate rebate fizemos um gol de contra-ataque com o jogador Müller. 

No segundo tempo levamos o primeiro gol em um chute rasteiro, o goleiro mixtense estava indo em busca da bola só que ela desviou no pé do zagueiro adversário, empatando o jogo. No gol de virada do adversário a bola estava na nossa área, a defesa chegou de afastar o perigo com um chute forte, mas a bola bateu na cabeça do atacante do Cacerense e acabou desviada para o pé do outro atacante, que ainda teve tempo de olhar para o bandeira antes de finalizar para gol. Houve muita reclamação dos mixtenses, que alegaram impedimento. Mesma analise de radialistas que acompanhavam a partida. 

O Tigre reagiu rápido, logo após uma bola na linha de fundo em favor do Mixto, o lateral esquerdo Lucas cruzou rasteiro e Sydnei chutou de primeira, quando a bola desvia em Pedro Augusto e entra para o gol, mas o juiz, que já tinha validado o gol, voltou atrás e anulou, após conversa com o bandeira que entendeu irregularidade. O lance gerou muita confusão e nova reclamação por parte dos mixtenses. Sidney acabou sendo expulso ao se desentender com um atleta do Cacerense, ambos brigaram mas somente o jogador do Mixto foi punido.

Polêmica resolvida e o jogo segue com jogada na área do Cacerense, a bola espirra no pé do Lukinhas ao ser derrubado, pênalti para o Mixto, finalmente, e gol de empate convertido por Pedro Augusto, com bola para um lado e goleiro para o outro.

E foi por muito pouco que os três pontos não vieram, pois no último lance do jogo, bola pelo alto na área do Cacerense e a zaga adversária rebate de cabeça, mas a bola sobra para Pedro Augusto, que tira do goleiro e manda para as redes, convertendo o que seria o terceiro gol do Mais Querido, mas o juiz anula novamente, dizendo que o atacante mixtense fez falta no adversário. Fim de jogo muita critica contra a arbitragem e FMF.

Fonte: Pedro Augusto / Mixtonet
09/02/2017

1 comentários :

Elson Santana disse...

Eu não estive no jogo, mas se realmente tudo isso aconteceu está mais que provado que o mais querido está sendo garfado, isso é muito ruim pois se todos jogos forem dessa maneira será muito difícil o mas querido almejar algo no campeonato.
Será que ninguém mais respeita o mixto ?
Falta alguém com pulso forte para encarar essas situações .

Postar um comentário

Atenção: comentários anônimos não serão aceitos. Identifique-se!