1.3.17

Candidatura de Antero não vinga e presidente do Mixto tende apoiar a chapa do Cuiabá. Conselheiros questionam


Se dentro de campo o Mixto vive relativa tranquilidade após a primeira vitória no campeonato e folga na tabela - só volta jogar dia 12, fora de campo os bastidores estão movimentados. O motivo, a eleição da Federação Mato-grossense de Futebol.

Como o nome inicialmente apontado pelo Mixto não deu certo - Antero Paes de Barros achou inviável a candidatura, o voto do Tigre ficou em aberto. 

Existem duas chapas registradas para o pleito, a do atual presidente João Carlos, em composição com um grupo de gestores que promete remodelar o futebol regional; e a do presidente e proprietário do Cuiabá, Aron Dresh, em composição com Helmute Lawisch do Luverdense e Agnaldo Turra do Sinop. 

O presidente do Mixto, Walter Fernandes, declarou que deve apoiar a chapa encabeçada por Aron Dresh. Mesmo caminho seguido pelo diretor de futebol Márcio Pardal. Por outro lado, os conselheiros do clube reclamam que o voto mixtense ainda não foi debatido e a decisão precisaria ser tomada após análise coletiva do melhor caminho para o Mixto. 

Já parte dos torcedores do Alvinegro não gostaram de saber que o presidente do Mixto tende a apoiar a chapa do Cuiabá para presidir a federação, visto que é um clube que historicamente brigou nos bastidores contra os interesses do Tigre. 

A eleição está marcada para o dia 16 de maio. Possuem direito a voto as 10 equipes da Série A, as 6 equipes da Série B e 7 ligas amadoras. 

Fonte: Mixtonet
01/03/2017 

11 comentários :

Adinil Souza disse...

Uma pena Antero Paes de Barros ter desistido da sua candidatura. Sem dúvida, poderia ser a salvação desta federação. O atual presidente da FMF demonstrou ser apenas um mero continuador da péssima política do seu antecessor. A outra chapa é evidentemente uma chapa dos sulistas: Luverdense, Sinop e Cuiabá (para alguns desavisados, o nome do Cuiabá nada tem a ver com amor a esta cidade e às suas coisas, e esta chapa apenas confirma o que a imprensa local tem pudo em comentar).

Anônimo disse...

Primeiro não acho que o MIXTO vive uma relativa tranquilidade no campeonato matogrossense. Temos 2 jogos duríssimos e se o time não entrar em campo focado e bem organizado perderemos as duas partidas. O presidente Walter é muito JUVENIL e o Pardal não tem malícia, pois qualquer mané sabe que o que é bom para o Cuiabá e Luverdense não presta para o MIXTO. Seria muito bom se esse grupo de gestores que vão apoiar o João Carlos viessem para o MIXTO, pois tenho certeza que dentro do conselho Deliberativo não tem ninguém capaz de colocar o MIXTO no rumo certo. Esses conselheiros não tem nada a acrescentar para o bem do MIXTO. PAULO ROBERTO

Sterac on 2 de março de 2017 09:09 disse...

Temos que nos preocupar em arrumar a casa, ter uma sede e uma base. Deixa a presidencia da federaçao pra quem pode.

Anônimo disse...

A ELEIÇÃO DA PRESIDENCIA DA FEDERAÇÃO FUTEBOL,É TOTALMENTE OBSCURA,VEJAMOS OS PONTOS, PRIMEIRO.O PRAZO PARA APRESENTAÇÃO DAS CHAPAS É CURTO E NÃO COLOCADO CLARAMENTE EM JORNAL,OU MÍDIA PARA DIVULGAÇÃO PÚBLICA, SEGUNDO, QUEM VOTA, A FEDERAÇÃO NÃO PÚBLICA CLARAMENTE NOMES E CONDIÇÃO PARA VOTAR, TERCEIRO,O PRESIDENTE PARECE DEMOSTRAR QUE NÃO QUER UMA DISPUTA DEMOCRÁTICA,TENTANDO IMPEDIR OUTROS NOMES A DISPUTAR,VIVEMOS NO BRASIL UM PAIS DEMOCRÁTICO,A FEDERAÇÃO MAIS PARECE REGIME DE DITADURA,FORA O CONTINUISMO,O PRESIDENTE ANTERIOR SÓ SAIU QUANDO MORREU,E AI O PROXIMO TAMBEM VAI QUERER MESMA CAMINHADA. ELBER ROCHA.

Elson Santana disse...

O mixto primeiramente tem que arrumar a sua casa , dar condição de trabalho profissional ,não adianta ficar questionando sobre presidente de federação , pessoal põe na cabeça qualquer um desses que forem entrar não gosta do mixto , não iludam não largam de ser amadores.
O mixto tem que se pensar em se organizar , nós Mixtense estamos sem moral essa infelizmente é a realidade, um clube com a nossa história jamais deveria ficar nessas condições, parem de pensar em A mais B , vamos cuidar do mixto .
Vamos pensar no mixto forte para 2018.
Vejamos oque está acontecendo aí no cenário.
O Cuiabá vai receber um milhão dá CBF
O Luverdense um milhão
O Sinop 500 mil
Vamos fazer a sua parte senhores diretores .

vicente disse...

Acho que o Mixto deveria ficar neutro nesta eleição. O clube está sendo claramente garfado pelos árbitros. O João Carlos mostra que é incompetente e pelo amor de Deus, apoiar Cuiabá e Luverdense jamais.

SUPER GALO disse...

A TORCIDA DO MIXTO PRECISA BRIGAR MAIS PELO CLUBE. TÁ MUITO SOSSEGADA. SOU GALO EM MINAS E MIXTO NO MATO GORSSO, MAS QUERO VER UM MIXTO MAIS AGUERRIDO EM CAMPO E MAIS ORGANIZADO ADMINISTRATIVAMENTE.

Sérgio Santos on 6 de março de 2017 13:05 disse...

Não entendo muito disso, mas na minha opinião quem devia assumir a FMF, deveria ser alguém que não fosse ligado a nenhum clube, porque historicamente o nosso futebol tende a pender para o lado clubista, tanto que hoje se colhe o resultado disso.

Elson Santana disse...

Mais um grande jogo na arena, casa cheia renda e mais renda para o Luverdense , na outra semana mais um grande jogo na arena renda e mais renda para o Cuiabá, eu pergunto e o nosso mixto não tem renda nenhuma o time cada vez mais pobre mais precário sem condição nenhuma . Eu fico muito triste com o meu mixto o meu mixto está acabando , até quando vamos esperar . Enquanto isso os nossos adversários só crescendo tendo receita para manter o time sempre forte .
Até a nossa torcida está caindo , não temos mais empolgação , ou melhor empolgar com o que né galera.
O mixto se ficar nessa tende a se acabar .
Até 2019 somente o campeonato estadual para nós , como vamos crescer desse jeito ,sem participar de um campeonato nacional.
O que vai ser do nosso Mixto, a torcida não aguenta mais ficar secando o Luverdense e o Cuiabá agora também o Sinop . O mixto não merece isso que está acontecendo.
O que vai ser do time mais querido do mato grosso.

Adinil Souza disse...

O Mixto precisa primeiro contratar urgente reforços para este Estadual, pois não subir para o Braileirão já é uma merda, mas ficar pelo segundo ano correndo o risco de cair só será pior se cair mesmo. Com esse time frágil, é bem possível. O que não se explica é essa diretoria que entra presidente sai presidente continua gerenciando a marca Mixto. Como e para que o Mixto está investindo em torneio amador enquanto o time profissional está frágil deste jeito? Estão usando o Mixto e a torcida precisa brigar pelo clube. Torcida não pode nunca fazer parte da administração. Torcida tem que ser oposição sempre.

Sterac on 10 de março de 2017 08:57 disse...

Faz tempo que nao sai noticia do mixtao e ainda estamos na ativa, alguem tem alguma informacao?? Ideal seria montar um sub 21 forte agora para disputar a copinha para vencer, que salvo engano vale copa do brasil e com isso vem dindin.

Postar um comentário

Atenção: comentários anônimos não serão aceitos. Identifique-se!