12.3.17

MIXTO ARRANCA EMPATE CONTRA O SINOP NA ARENA PANTANAL: 2 A 2


Na base da raça, o time do Mixto arrancou um empate na partida contra o Sinop, realizada na tarde deste domingo na Arena Pantanal. O Alvinegro saiu na frente, cedeu a virada mas na etapa final buscou a igualdade e por muito pouco não conseguiu a vitória. Na prática, o resultado não foi muito bom, pois o clube ainda sofre com a ameaça de rebaixamento e terá que vencer seu último jogo - domingo dia 26 contra o CEOV - para se garantir na Série A.
Atletas do Tigre comemoram o primeiro gol (Foto:Thiago Mattos/Olhar Esportivo)
Primeiro tempo

A equipe do Mixto jogou muito bem nos primeiros 20 minutos de partida. O Tigre conseguiu o gol logo aos seis, em bela jogada individual, o atacante Tafarel cortou pra dentro e chutou colocado de perna direita, a bola ainda bateu na trave antes de entrar.

O Sinop aos poucos foi dominando a partida, evidenciando problemas de preparo físico na equipe cuiabana. Aos 35’, em bela jogada coletiva que passou por meio time do Sinop, a bola foi lançada para o lateral-direito Portela pegar de primeira e igualar o placar.

A virada veio quase no último lance da etapa inicial. Andrézinho deu drible curto na área e finalizou com estilo para marcar seu quinto gol no estadual, artilheiro isolado.

Segundo tempo

A segunda etapa foi do Alvinegro se superando na base da raça. Os mixtenses foram premiados aos 23 minutos, quando o lateral Fábio Sá cruzou e o zagueiro Marinho ‘espirrou o taco’, marcando contra.

Os minutos finais foram emocionantes, com as duas equipes abertas. Ao final, depois de muita pressão do Mixto, o Sinop segurou o resultado.

Fonte: Thiago Mattos / Olhar Esportivo - Mixtonet
12/03/2017

3 comentários :

João Paulo disse...

Na base da raça e da técnica. O segundo tempo do Mixto foi de bom nível técnico, embora com algumas falhas gritantes como o segundo gol do Sinop ainda no primeiro tempo. O meio de campo do Tigre produziu pelo menos cinco chances de gol, que foram mal finalizadas. Pará fez um chute de fora da área que merecia ter entrado no gol. O ataque do Mixto envolveu a defesa do Sinop várias vezes, mas as muitas falhas na finalização penalizaram o Tigre. Por outro lado, a defesa continua ruim e dando gol para os adversários. O segundo gol do Sinop tinha cinco jogadores mixtenses na área, ninguém subiu para combater e sobrou fácil para o atacante do Sinop. No segundo tempo, o goleiro do Mixto também demonstrou ser vacilão demais e ainda vai prejudicar o time se for mantido na posição (a não ser que o reserva seja mais vacilão ainda). O que é preciso corrigir é que o meio de campo, embora criativo, ainda se deu a oportunidade de perder uma ou duas bolas que geraram contraataque do adversário. O meio de campo tem que saber jogar sob estresse: tem que apoiar a defesa, tem que criar pro ataque e não pode perder bola de bobeira. Resumindo: a defesa do Mixto deu pelo menos mais um gol para um adversário, e o time poderia estar melhor na tabela. Não adianta o ataque fazer gol e a defesa ficar assistindo jogo. O técnico e o diretor de futebol devem dar uma prensa nessa defesa ou mesmo escalar outros jogadores, desde que entrem mais decididos a jogar e não a ficar vendo jogo, como todo mundo está reclamando.

Anônimo disse...

Ainda bem que o LEC e Cacerense empataram. Agora é só empatar com o CEOV que estamos livres do rebaixamento. Esse é o terceiro ano consecutivo que jogamos a última partida contra o nosso maior rival E nóis brigando para não cair, isso é ridículo. Guerra avisada não mata aleijado, já dizia meus avós. Definitivamente Márcio Pardal não pode ser diretor de futebol, pois o mesmo é muito bonzinho e está desatualizado no futebol, os jogadores que o mesmo conhece já são veteranos e o treinadores ultrapassados, tipo: Aderbal Lana, Barbiere, Marcelo Vilar etc. Esse time horrível do MIXTO foi montado somente pela cabeça de Toninho Pesso, sendo que ele nunca foi treinador em time nenhum e veio fazer experiência aqui no MIXTO e deu no que deu: Fracasso total. Ontem o Goianésia goleou o Vila Nova por 5 a 1, com 2 gols de Nonato e 3 de Michael, sendo que este último é um garoto de 21 anos e ganha bem menos que Pedro Augusto, Tafarel, Muller, Lukinha, Jefinho. Sinceramente após o dia 26, espero nunca mais ver essa comissão técnica: Toninho Pesso, Vandeco, Fumanchu e esse monte de jogadores meia boca. NINGUÉM MERECE. O conselho deliberativo deve convocar uma reunião urgente e fazer um balanço dessa gestão do Walter, na minha opinião o mesmo deveria renunciar.

Sterac on 13 de março de 2017 13:26 disse...

É covardia botar a culpa no treinador sabendo da estrutura que o mixto tem. ainda nao fui no tal CT mas dizem q é um pasto de vaca e a galera ta no miojo. Podem trazer ate o pepe guardiola que num vai pa frente,o futebol evoluiu e estamos atrasados. Vamo coloca a casa em ordem, ter uma base e um marketing que preste. Trabalhar a torcida que é a unica coisa que esse time ainda tem. Só acho

Postar um comentário

Atenção: comentários anônimos não serão aceitos. Identifique-se!