Toninho Pesso: "Meninos jovens, a ansiedade pode ter atrapalhado no começo do jogo"


Torcedores não gostaram do que viram em campo (Foto: Boca Suja)
O Tigre não viu a cor da bola nos primeiros 15 minutos do Clássico dos Milhões entre Mixto e Operário-Vg pela Copa FMF 2018. Tanto que Luis Fernando colocou o Operário na frente e poucos minutos depois o Peixinho ampliou o placar. O zagueiro Marlon descontou para o Alvinegro ainda na primeira etapa, mas o Tricolor venceu por 2 a 1 e já os primeiros três pontos na competição.

O voleio que acertou a trave, do atacante mixtense Yan, que entrou no segundo tempo no lugar de Hugo, foi uma das poucas oportunidades claras de gol do time alvinegro. Que até demonstrou uma reação na segunda etapa, pressionando o adversário, mas a equipe de Várzea Grande tinha uma equipe bem postada em campo e segurou a vitória.

O técnico Toninho Pesso, minimizou o resultado ruim na segunda partida do Mixto na Copinha e disse que o nervosismo pode ter atrapalhado os atletas.

- O peso da estreia, os meninos jovens, jogando na Arena Pantanal, isso pode ter influenciado sim, principalmente no começo do jogo. A gente ainda não tinha jogado. O primeiro jogo vencemos por WO, então essa ansiedade pode ter atrapalhado. Mas agora é trabalhar, teremos o Araguaia na próxima rodada e com todo respeito a equipe, vamos em busca de mais três pontos - disse Toninho Pesso, técnico do Mixto.

Com o resultado, o Operário alcança o Mixto e o União na tabela todos com três pontos, mas o Operário com um jogo a menos. O Cuiabá tem seis pontos e lidera a Copa FMF, que dá ao campeão uma vaga a Copa do Brasil de 2019.

Fonte: Israel Prates/Globo Esporte MT
03/10/2018