MIXTO NEGOCIA ACORDO NA JUSTIÇA PARA PAGAMENTO DAS DÍVIDAS

Após audiência de conciliação no Tribunal Regional do Trabalho da 23ª Região (TRT23 - MT), nessa sexta-feira (15.02), em Cuiabá, o Mixto Esporte Clube está mais próximo de fechar acordo sobre dívidas trabalhistas que tramitam na esfera estadual. É a conclusão do Juiz Auxiliar da Presidência do TRT-23, Dr. Ivan José Tessaro, o qual acredita que as negociações, entre clube e credores, tiveram avanços e que existe a possibilidade de acordo já na próxima audiência, que está marcada para ocorrer, no dia 08 de março, na sede do TRT23, na capital.

“Ainda não fechamos um acordo para resolver os processos e criar condições para que o clube pague as dívidas e, ao mesmo tempo, continue atuando, mas conseguimos avanços importantes. Acho que ambas as partes, clube e credores, entenderam que precisam ceder um pouco para que cheguemos num consenso. E marcamos uma próxima audiência na qual tenho uma perspectiva bastante positiva de que o acordo seja fechado”, avaliou o Dr. Ivan José Tessaro.

O objeto das tratativas são dívidas trabalhistas do Mixto Esporte Clube com ex-atletas e ex-funcionários e FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) que envolvem um total de 39 processos, respectivos aos anos de 2005 a 2017 e que totalizam o valor de R$ 2.850.790,44. Processos oriundos de gestões anteriores do clube e que ocorreram, na maior parte, entre 2012 e 2014. E, desta forma, segundo o Diretor Jurídico do Mixto, Dr. Vinícius Falcão, a conciliação permitiria que o clube tivesse viabilidade financeira para continuar a existir.

“Está em negociação um Ato Trabalhista que envolve os valores de dois prêmios da CBF (Confederação Brasileira de Futebol) ao Mixto, um pela participação na primeira fase e outro pelo avanço à segunda fase da Copa do Brasil. Além disso, também envolve a renda que a equipe recebe do Timemania, que é um jogo de loteria organizado pela Caixa Econômica Federal e que contribui mensalmente com os clubes brasileiros”, comenta o diretor jurídico, Dr. Vinícius Falcão.

Timemania

A Timemania é a loteria para os apaixonados por Futebol. Além do palpite valer uma bolada para quem apostar e ganhar, também ajuda o time do coração. E funciona da seguinte forma, o torcedor escolhe dez números entre os oitenta disponíveis e também escolhe um time do coração, que pode ser o Mixto. E são sorteados sete números e um time do Coração por concurso. Se o torcedor tiver de três a sete acertos, ou acertar o time do coração, já tem prêmio.

“A arrecadação vinda do Timemania depende somente do torcedor. Quanto mais apostas forem feitas e que assinalem o Mixto como time do coração, maiores serão os valores mensais que receberemos. E assim quitaremos com os débitos gerados por gestões passadas do clube. Então pedimos esse apoio da torcida, que façam uma fezinha quando puderem, semanais ou mensais, até colocarmos todas as contas em dia. Precisamos do apoio da nossa torcida”, clama Falcão.

Copa do Brasil

O Mixto Esporte Clube jogará com o Chapecoense-SC, no dia 06 de março, às 20h30, válido pela segunda rodada da Copa do Brasil, na Arena Governador José Fragelli, a Arena Pantanal, em Cuiabá. Partida que valerá vaga para a terceira fase da competição e uma terceira premiação no valor de R$ 1,45 milhão. Um valor que, para o Diretor Jurídico do Mixto, Vinícius Falcão, também fará parte das negociações do Ato Trabalhista. E, por conta disso, ele pede que o público torça pelo Mixto neste que será um jogo de vida.

“Nossa próxima audiência de conciliação será realizada dois dias após a partida contra o Chapecoense-SC. Caso obtenhamos um resultado positivo nesse jogo, apesar de já estarmos perto de uma conciliação, ficaríamos ainda mais próximos, pois poderíamos destinar valor maior à quitação dos débitos e ainda ficar com parte para manter em dia a folha de pagamento do clube. Contamos com a torcida para ir ao estádio e contribuir com o esforço do Mixto”, finaliza Falcão.

Fonte: Junior Martins/Site Oficial do Mixto (texto e foto)