"é algo novo, mas a princípio é uma troca de ideias sobre essa possível situação" Dinelson, sobre conversas para assumir como diretor de futebol


Visando a disputa do Campeonato Mato-grossense 2020, a presidência e o conselho gestor do Mixto Esporte Clube se reunirá a partir da próxima quinta-feira (24), com o ex-jogador do Alvinegro, o meia Dinelson, para tratar sobre a possibilidade de ingressar como diretor de futebol.

“Conversamos no Estadual e vemos com bons olhos. Ele (Dinélson) quer conversar com a gente. Vamos aguardar ele chegar para uma proposta”, disse o conselho gestor sobre a possibilidade, através do diretor-administrativo Dr. Fause Chauchar e do presidente Walter Hudson.

Aos 33 anos de idade, Dinelson é jogador profissional há 16 anos, começou no Guarani(SP), foi campeão brasileiro em 2005 pelo Corinthians, e passou por clubes como São Caetano(SP), Paraná(PR), Coritiba(PR), Avaí(SC), Ceará(CE), Red Bull Brasil(SP), Portuguesa(SP), J. Malucelli(PR), futebol coreano, entre outros.

“Obviamente que é algo novo, mas a princípio é uma troca de ideias sobre essa possível situação. A partir de quinta posso falar o caminho que vamos tomar”, disse Dinelson, que ainda completou ao ser questionado pela reportagem do Olhar Esportivo sobre a carreira dentro das quatro linhas. “Se entrar nessa nova função, devo encerrar minha carreira”, no caso, de jogador profissional.

Em 2019, o Mixto não se classificou para a fase mata-mata do Estadual. No segundo semestre, no comando do técnico Gianni Freitas, a equipe fez uma boa campanha na Copa FMF, mas foi eliminada pelo Luverdense na semifinal, ficando sem calendário para 2020, apenas confirmado na Primeira Divisão do Campeonato Mato-grossense.

O Campeonato Mato-grossense do ano que vem vale vaga na Copa do Brasil, na Copa Verde e na Série D do Campeonato Brasileiro, todas para 2021.

Fonte: Pedro Lima/Olhar Esportivo
22/10/2019