Futsal feminino do Mixto aguarda desenvolvimento do coronavírus para participação na Taça Brasil e na Liga Brasileira

0
Fábio Ramirez/MixtoNet


Em 2019, o futsal feminino sub-17 do Mixto conquistou vaga para disputar três competições nacionais em 2020: a Taça Brasil, a Liga Brasileira e os Jogos Brasileiros Escolares da CBDE. No entanto, a pandemia da COVID-19 obrigou as Tigresas suspenderem os treinamentos, ao mesmo tempo em que o futuro destas disputas é de incerteza. 

A Confederação Brasileira do Desporto Escolar cancelou os Jogos Brasileiros Escolares, mas a Taça Brasil e a Liga Brasileira a princípio estão mantidas, mas sem data confirmada. 

O treinador Renner Benevides comentou a situação e disse que junto com Celso Nunes, coordenador de futsal feminino do Mixto, está acompanhando o desenvolvimento da situação. 

"Estamos parados neste momento, desde março, aguardando a liberação para retomarmos as atividades. O nosso calendário é muito extenso, irei reunir com o Professor Celso esta semana para definirmos um norte e até mesmo como irá ficar os campeonatos nacionais que temos esse ano", disse.

O Alvinegro vive a expectativa de Cuiabá sediar a Taça Brasil, conversas nesse sentido estavam em andamento entre o Mixto, a Federação Mato-grossense de Futsal (FMFS) e a Confederação Brasileira de Futsal (CBFS), mas a crise ocasionada pelo novocoronavírus deixou tudo indefinido. 

"A Confederação Brasileira de Futsal ainda não ponderou nada a cerca do retorno ou não das competições nacionais. Iremos reunir junto à FMFS, que é o órgão responsável pela prática do Futsal em Mato Grosso, para deliberarmos o assunto o quanto mais rápido", afirmou Renner.

Benevides explicou que apesar da suspensão dos treinamentos coletivos as atletas do Mixto seguem se exercitando em casa.

"Pelo menos atividades laborais elas estão treinando em casa, estão bem focadas", concluiu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário