Mixto rebate acusações da FMF: "Não quer dialogar com os clubes. Prefere agir unilateralmente e de forma egoísta"

1
Alberich Press - Assessoria de Comunicação

Diante de uma acusação infundada e incabível ao Mixto Esporte Clube, "de que usa a pandemia para evitar o rebaixamento" (leia aqui), o clube se manifesta em uma carta aberta. As acusações foram desferidas na noite desta terça-feira, por Humberto Frederico, Coordenador de Marketing e Relações Institucionais da Federação Mato-grossense de Futebol (FMF).  

Segue a carta na íntegra:

Carta aberta - Por quê a FMF tem medo do Mixto?


Na tarde de ontem dia 09-06-2020 o Mixto Esporte Clube, Alvinegro da Vargas, foi citado em nota publicada pela FMF, com leviandade afirmou que o Mixto “quer tirar proveito de uma situação delicada”. Tal alegação segundo consta foi em resposta ao artigo de opinião publicado pelo médico anestesista Conselheiro Dr. Marcio Alencar, um dos vários profissionais que estão na linha de frente ao combate da pandemia.

De forma desrespeitosa ao profissional, que trouxe dados técnicos e pesquisas de estudiosos da UFMT, onde chamou a atenção para ampla transmissão da Covid-19, taxa de mortalidade e demonstrou preocupação quanto ao risco de vida das pessoas, trazendo ao debate para futebol mato-grossense.

Debate este que a FMF insiste em não participar, não quer dialogar com os clubes. Ainda atacou de forma imoral o clube, bem como o profissional médico. Não é de hoje que a atual gestão da FMF vem atacando o Mixto, em maio de 2019, o clube relatou irregularidades na convocação da prestação de contas do ano de 2018, após afirmar e ameaçar o clube Mixto de "pessoas despreparadas que visam somente distorcer a realidade dos fatos" apresentados pela FMF. Além disso, a instituição já acionou seu departamento jurídico para possíveis ações cabíveis na esfera civil e criminal, em nota publicada, teve que retroceder e ser obrigada a marcar nova assembleia de prestação de contas.

Como dito na reportagem acima, “para a surpresa geral, no entanto, quatro dias após o Mixto protocolar a denúncia de irregularidade a FMF decidiu remarcar a assembleia geral.”

Neste campeonato também fez nota citando o clube, quando o site mixtonet.com que não tem ligação com o clube fez críticas a publicidade feita pela FMF.

Aliás, críticas não são bem recebidas na atual gestão, a qual ao invés de procurar os clubes para diálogo ou trabalhar de forma construtiva a outra opinião, prefere agir unilateralmente e de forma egoísta ataca e tenta prejudicar o contraponto. Assim, como aconteceu com o texto acerca da pandemia, supracitado, enquanto outras Federações reuniam com os clubes por mais de uma vez, inclusive até já cancelaram o campeonato estadual, a FMF não ouve seus filiados.

Não adianta dizer que utilizou recursos da CBF para ajudar clube, pois o valor seria usado para benefício próprio da FMF, conforme foi dito no início de abri. 

Somente depois de pressão de vários presidentes de clubes, que a FMF resolveu mudar a destinação para ratear aos clubes. O Mixto não está reclamando o não rebaixamento. Estamos rebaixados, o descenso ocorreu. Porém, vamos levantar, juntos, com a força de milhares de apaixonados pelo Alvinegro da Vargas. Erramos muito, pagamos pelo passado recente de más gerenciamentos, mas a vontade e força de mudar sempre vão existir enquanto o canto da torcida soar.

Estamos aprendendo e mudando, já começamos no dia 02/06/2020, quando o Presidente do Conselho Deliberativo convocou reunião para tratar de comissão eleitoral e novas chapas para nova gestão. A reunião acontecerá segunda-feira, dia 15/06/2020 de forma tele presencial. Isso enquanto clubes com melhor estrutura estão falando em fechar as portas com a crise atual.

E a FMF, quando fez reunião para tratar do momento delicado que vivemos?

Não ouve os clubes seus filiados, nada faz para debater o futuro do futebol, e quando é criticada, age de forma imoral ataca levianamente quem propõem o diálogo e o debate por um futebol melhor. 

O Mixto Esporte Clube repudia veemente a nota publicada, que se diz profissional, porém, não soube dialogar tecnicamente aos desafios propostos pelo profissional da saúde, nem mesmo soube separar o que é um artigo opinativo, de um requerimento.

O Alvinegro da Vargas também se solidariza com o médico Márcio Alencar, e com todos os profissionais da saúde que estão na linha de frente na guerra contra o vírus, tentando trazer soluções e ideias para vencer o vírus.

Por fim, repudia a utilização sensacionalista e ilícita da nota em dizer que o clube se aproveita de mortes, o que deve e cabe retratação da FMF. Servimos da presente para convocar clubes, torcedores, amantes do futebol mato-grossense a debater junto o futuro do nosso Futebol.
Nota Oficial Mixto Esporte Clube

Um comentário:

  1. No Globo Esporte de João Pessoa, na Paraíba, a informação noticiosa:

    "Dirigente acumula cargo em clube e na Federacao Paraibana de Futebol"

    No Globo Esporte da Paraíba, a reportagem questiona seriamente como e por que um dirigente de clube assume cargo na Federação Paraibana de Futebol, o que é considerado um absurdo. Aqui no Mato Grosso, qual a relação entre presidente da Federação Matogrossense de Futebol e um dos clubes? Parabéns, Globo Esporte da Paraíba, por questionar e mostrar como é que se faz.

    ResponderExcluir