Candidato a presidente, Vinícius Falcão confirma conversas com Eduardo Henrique: "temos uma conversa bem adiantada. É um profissional que conhece o nosso estado"

Pedro Lima/Olhar Esportivo

Treinador Eduardo Henrique
Eduardo Henrique, quando esteve à frente do Mixto em 2012 (Foto: Leonardo Heitor/Globo Esporte) 

A nova promessa do próximo Conselho Gestor do Mixto Esporte Clube, que deve se eleger no próximo sábado, dia 18 de julho, quando será votada a única chapa inscrita na Comissão Eleitoral, é contratar o técnico Eduardo Henrique, que trabalhou aproximadamente seis anos pelo Cuiabá. A informação foi extraída pelo Olhar Esportivo logo após a inscrição da chapa no último sábado (11).

Liderada pelo advogado Vinicius Falcão, candidato único a futuro presidente, com a diretoria composta pelos médicos conselheiros, Dr. Márcio Alencar (vice-presidente administrativo) e Dr. Fause Chauchar (vice-presidente financeiro), a chapa “Orgulho e Tradição Mixtenses” pretende fortalecer o setor jurídico e administrativo, além de arrumar o futebol profissional do Tigre da Vargas.

“Temos uma conversa bem adiantada com ele, é um profissional que conhece o nosso estado, um nome para assumir o comando técnico. Já fazíamos um trabalho voluntário nos setores jurídicos e administrativos, mas agora precisamos arrumar o departamento de futebol, para que o Mixto possa voltar a ser competitivo”, disse o candidato à presidência, Vinicius Falcão, à reportagem do Olhar Esportivo.

Eduardo Henrique chegou em Mato Grosso em 2005. Como preparador físico e auxiliar técnico foi campeão mato-grossense por Vila Aurora e Cacerense. Trabalhou como auxiliar do técnico Lisca no Luverdenseem 2010 e foi técnico do Sorriso no ano seguinte. Foi técnico do Mixto em 2012, sendo campeão da Copa Mato Grosso. Em 2013, comandou o Alvinegro no Estadual, até ser substituído pelo ex-jogador Cláudio Adão. Posteriormente, treinou Mato Grosso, União e Operário Várzea-grandense, entre estaduais e Série D do Brasileiro.

Em 2015, ele assumiu as categorias de base de transição do Cuiabá, por onde permaneceu até o início do ano. Ele chegou a comandar algumas partidas como interino pelo profissional, na Série C e na Série B. Ele conquistou um título da Copa FMF e classificou o Dourado para a Copa São Paulo de Futebol Junior nos últimos dois anos, com um título e um vice-campeonato do Sub-19.

“Houve o contato da provável diretoria, interessado no meu trabalho. Precisamos conversar sobre a proposta para definir, mas devo assumir”, disse Eduardo Henrique ao Olhar Esportivo no sábado (11).

Postar um comentário

0 Comentários