Celso Teixeira após derrota do Mixto: "a culpa é minha... eu que montei o time"


Celso Teixeira assume responsabilidade da derrota (Foto: Gilmar Ramos/Site oficial do Mixto)
Sob protestos da torcida, o Mixto deixou o gramado do Dutra abatido, em meio a vaias e xingamentos. A derrota em casa provocou até discussão entre o treinador e o goleiro, ainda antes do final e ao término do jogo. “A culpa pelo resultado é minha… eu que fiz, eu que montei o time… responsabilidade minha”, disse o técnico Celso Teixeira.

Por volta dos 43 minutos do segundo tempo, Teixeira e Perereca discutiram asperamente. Aos gritos, bateram boca porque o goleiro teria exagerado nas cobranças a alguns companheiros. Terminada a partida, os dois seguiram discutindo a caminho dos vestiários e, lá dentro, a confusão seguiu, sendo necessária a intervenção de outras pessoas para acalmar os ânimos.

Nenhum dos dois falou sobre o episódio.

Sobre a derrota, o técnico mixtense disse que “mais uma vez começamos bem no jogo, mas não conseguimos manter o ritmo, sofremos gols e não conseguimos reagir. Sofremos três gols em falhas nossas, mas a culpa é minha, a responsabilidade é minha, pois eu que fiz, eu que montei o time”. Sobre a sequência do campeonato, aos ser questionado se dá para reagir, foi evasivo:

"Vamos tentar, vamos tentar. Vou conversar com a diretoria e ver como vai ser".

Já o técnico do Sampaio Corrêa, Flávio Araújo, destacou “a luta e a disposição” do seu time:

"Estamos muito bem física e tecnicamente, no caminho certo".

Para ele, o Mixto segue sendo “um forte candidato a uma das duas vagas deste grupo para a próxima fase, pois tem um bom time”.

Para deixar os vestiários o time de Cuiabá foi protegido pela polícia em função do protestode alguns torcedores inconformados com a derrota .

Fonte: Craques do Rádio com Rádio CBN Cuiabá
23/06/2012