6.9.12

Técnico do Mixto ainda não definiu o esquema tático para enfrentar o Remo em Belém


O técnico Éverton Goiano vai conviver com um dilema nas próximas 72 horas, antes de enfrentar o Remo-PA, na partida de volta do mata-mata das oitavas de final do Campeonato Brasileiro da Série D, domingo, no Mangueirão, em Belém. Ou ele escala um time forte na marcação para explorar os contra-ataques, jogando com o regulamento debaixo do braço, ou se lança em busca de um gol para eliminar de vez o adversário paraense.

No coletivo da tarde de quarta-feira, Goiano começou a definir o time do Mixto. Sem problemas de cartões ou contusões, o treinador tende a repetir a formação que venceu o primeiro confronto por 2 a 0, domingo no Dutra, mas não descarta a possibilidade de mudar o esquema tático, em função da vantagem imposta, afinal o alvinegro cuiabano poderá se classificar até com uma derrota por um gol de diferença.

O volante Cleber e o atacante Furlan não treinaram esta semana, recuperando-se de dores musculares, mas devem estar em condições de jogar em Belém. O mais provável é que Goiano repita o time com Heverton Perereca; Ley, Cris, Kal e Julian; Cleber, Kiko, Paulo Almeida e Rotinho; Furlan e Nonato.

Pode, no entanto, mudar do 4-4-2 para o 3-5-2 e começar o jogo com três zagueiros. A definição mesmo só acontece na sexta-feira, quando o treinador comanda o coletivo apronto. A viagem para o Pará está confirmada para o final da manhã de sábado.

Só vou definir o time após o apronto, mas realmente poderemos repetir a formação que venceu
aqui”, disse Goiano.

Fonte: Oliveira Júnior / Jornal A Gazeta - Foto:  Pedro Lima/Olhar Esportivo
06/09/2012

0 comentários :

Postar um comentário

Atenção: comentários anônimos não serão aceitos. Identifique-se!