Opinião: "Conselho Gestor desaparece" (Por José Luis Laranja)



No final do ano passado surgiu o Conselho Gestor para ‘colaborar’ com a administração do Mixto Esporte Clube e com propostas mirabolantes desejava ‘inovar e revolucionar’ o clube na tentativa de colocar o time na Série C e, depois na B. O que se vê agora é um sumiço geral e ninguém fala sobre o ‘projeto’ mixtense.

Passados três meses o que se observa foi pura ilusão de algumas pessoas que ‘enganaram’ os torcedores e queriam administrar o clube com todos os poderes. Na minha opinião, foi outra tentativa frustrada de ‘usar’ a marca mixtense para se espelhar em trampolim político, como aconteceu em épocas anteriores.

O Blog tentou falar com Igor Garcia e Ênio Castilho, dois membros do Conselho Gestor, mas não conseguiu, mesmo deixando recado na secretária eletrônica. Aliás, na oportunidade da formação do Conselho Gestor, Igor Garcia se apresentava com sugestões para colocar o Mixto num grau maior do futebol nacional, se espelhando na administração do América Mineiro.

Atualmente, todos sumiram e colocaram o Mixto como segundo plano. Estranhamente, do lado do Conselho Gestor ninguém quer falar sobre o assunto, em compensação, pela diretoria do alvinegro, o presidente Hélio Machado comentou que houve ‘briga e egos’.

Resumindo tudo isso, quem saiu perdendo foi justamente o que mais precisava de colaboração, o Mixto. Podemos dizer que, de um lado existe um comando centralizador e, de outro, um objetivo ambicioso.

Fonte: Blog do Laranja
26/01/2013